Vision to End AIDS

Tem MESES que estou maluca pra contar sobre o #VisionToEndAIDS que a Elton John AIDS Foundation organizou no fim do ano passado, mas queria fazer um post completão e isso requeria a boa vontade de qualquer que seja o sistema de entrega que eles usaram e, depois, dos Correios aqui no Brasil. Mas eu tô passando o carro na frente dos bois, vamos começar do começo…

A Elton John AIDS Foundation é uma organização sem fins lucrativos criada pelo próprio Elton John que roda o mundo tentando ajudar a acabar com a AIDS. Não se trata somente de tratar os pacientes já infectados, mas também tentar IMPEDIR que a AIDS atinja as pessoas através da educação, da aceitação e principalmente, segundo o fundador, do amor. Ele diz que se tivéssemos mais amor uns pelos outros as pessoas que estão mais suscetíveis à AIDS no mundo provavelmente correriam menos risco de serem infectadas e aqueles que já foram seriam mais bem tratados pela sociedade. O que é uma baita verdade.

No fim do ano passado a página do Facebook da EJAF fez um promoção em que ao postar uma foto no Instagram usando um par de “óculos estilo Elton” (ou seja: óculos chamativos) com a hashtag #VisionToEndAIDS sua foto iria para um aplicativo deles da página do Fscebook e estaria ali esperando por curtidas dos visitantes. As dez fotos mais curtidas ganhariam um exemplar do livro “Love is the cure”, de autoria do próprio Elton AUTOGRAFADO e ele escolheria uma dessas pessoas para ganhar também um par de óculos de sol que pertencia à sua coleção pessoal. E logicamente eu não podia deixar de participar, né? Peguei os óculos de plástico que comprei pro show dele em BH ano passado e postei a seguinte foto:

EJAF
via Instagram

O aplicativo é bem inteligente e funciona de forma que não tem como conseguir curtidas através de sites específicos para isso: a pessoa TEM QUE ENTRAR LÁ E CURTIR MESMO. A única coisa que se pode fazer é compartilhar a foto na sua timeline pedindo ajuda, e foi o que eu fiz. Mesmo assim não adiantou e eu estava longe de chegar entre os 10 primeiros, então passaram alguns dias e compartilhei de novo. Foi aí que a coisa aconteceu… Nesse dia alguns amigos meus também compartilharam e pessoas que tinham eles no Facebook mas não me tinham (algumas das quais eu conheço) começaram a fazer o mesmo e em um dia eu tinha a 6ª foto mais curtida da página, de repente. Quando o prazo expirou eu recebi um comentário da própria EJAF no meu Instagram dizendo que eu era uma das dez e pedindo meu endereço. Faltou pouco para eu morrer do coração, era quase natal e eu saí CORRENDO GRITANDO pela casa enlouquecida. Eu já tinha ganhado o livro de amigo oculto do Luke em português (com o título de “O amor é a cura”) e esperava ler em português mesmo, mas ter ele autografado era muita alegria pro meu pobre coração. Eu nem fui a escolhida final pra ganhar os óculos também, mas pra mim isso não fazia diferença, eu tava feliz demais.

Foram passando os meses e passando os meses… O pessoal me respondeu o e-mail falando que tinha enviado o livro e nada de ele chegar aqui. Até que essa semana meu pai me entregou um papel dos Correios pedindo que eu retirasse uma encomenda. Olhei o rastreamento e as dois dígitos finais eram GB: Grã Bretanha. No dia seguinte eu estava na porta com o papel e a identidade nas mãos pra pegar meu livro! Abri o pacote antes de chegar em casa no meio da rua e tive que guardar de novo correndo quando vi o autógrafo porque eu desatei a chorar quando abri, só de pensar que ele tinha tocado naquelas páginas. E vim aqui hoje mostrar essa coisinha mais linda da vida pra vocês:

EJAF

EJAF

EJAF

Com essa chegada eu comecei a lê-lo ontem, só que em português. É simplesmente incrível, conta a história de Ryan White, que foi um garoto que contraiu AIDS através de um tratamento para hemofilia e acabou tendo que sofrer todas as consequências da doença e que foi quem fez Elton John largar a vida de vícios deles em relação a drogas, bebida, comida e tudo, e mais tarde foi grande inspiração da EJAF. Conta também a história da própria organização e de diversas outras que eles auxiliam ao redor do mundo. Quem quiser conhecer mais do trabalho deles é só entrar no site e pra ajudar a divulgá-lo fiquem de olho na fan page onde eles postam suas ações e as datas para fotos no Instagram com a principal Hashtag deles: #LoveIsInMyBlood. Eu já fiz a minha também na última ação que foi no Valentine’s Day, ó ela aí:

EJAF
via Instagram

Talvez você goste também de:

13 Comments

  1. Eu fiquei tão feliz quando você disse que tinha ficado entre as 10 fotos. Parabéns!!!
    E imagino seu surto quando pegou o livro. Eu teria feito o mesmo
    ;*

  2. Que lindo esse projeto dele… Não só combater, mas como prevenir… 🙂
    Imagino sua felicidade ao receber o livro…
    Mas posso dizer que gosto mais da edição BR (por causa do nome da editora)? rs…
    Bjus…

  3. Lili on April 28, 2014 at 9:52 pm said:

    Que lindo esse projeto dele… Não só combater, mas como prevenir… 🙂
    Imagino sua felicidade ao receber o livro…
    Mas posso dizer que gosto mais da edição BR (por causa do nome da editora)? rs…
    Bjus…

    Eu gosto mais da edição do BR também por causa do nome da editora e da capa, acho mais bonita!

  4. Um dos objetos mais preciosos da casa esse livro.
    É uma campanha bonita que nem todo mundo sabe ou da valor né, é uma pena. O número de infectados pela doença só aumenta e isso não entra na cabeça das pessoas. A pior parte é o tabu, o preconceito contra a doença que parece mais forte que a própria =T

    P.s.: I love you

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *