o que eu penso antes de dormir – Augusto Alvarenga

o que eu penso antes de dormir: mão de pele clara segurando uma caneca contendo bebida achocolate em frente a aparelho Kindle com a folha de rosto do livro na tela, constituída de várias palavras e rabiscos desconexos. O e-book está apoiado em pernas cruzadas, usando calça de estampa geométrica, e ao fundo um tecido de tema floral.

o que eu penso antes de dormir *****
o que eu penso antes de dormir: capa do livro, lisa, em tom neutro, com o título ao centro alinhado à esquerda e nome do autor na lateral inferior esquerda. Autor: Augusto Alvarenga
Gênero: Poesia, coletânea, jovem adulto
Ano: 2020
Número de páginas: 81p.
Editora: Publicação Independente
ISBN: B08R991FCD
Sinopse: “‘você não pode amar uma porta – use-a para ir embora’. ‘o que eu penso antes de dormir’ é um compilado de textos: poemas, crônicas, frases e pensamentos de um processo de cura e amadurecimento no último ano. retrata a crueza das emoções, das relações e da jornada por dias melhores.” (fonte)

Comentários: Não é fácil ver alguém que a gente gosta doendo… Nessa breve coletânea de poemas e desabafos, Augusto Alvarenga conta o que vem pensando antes de dormir no último ano, conta o que EU penso toda hora nessa cabeça preocupada que martela sem fim, provavelmente conta o que você andou pensando por aí também. Ele fala de começo que lembra fim e fim que lembra recomeço, sincero e sensível e rápido, mas profundo e fundo. Os primeiros versos são sofridos, magoam, te fazem remoer, bate aquela pena, muita tristeza, dor, mesmo. Não, não é fácil ver ninguém doendo e nem lembrar que a gente dói também. Já os últimos versos lembram bem os primeiros, mas com vontade de dar passos pra frente sem esquecer nem por um minuto as marcas que você deixou quando deu os que ficaram para trás. E eu amei!

o que eu penso antes de dormir: mão de pele clara segurando um aparelho Kindle com a capa do livro na tela, lisa, em tom neutro, com o título ao centro alinhado à esquerda e nome do autor na lateral inferior esquerda. O e-book está apoiado em pernas cruzadas, usando calça de estampa geométrica, e ao fundo um tecido de tema floral e caneca contendo bebida achocolatada.

“quem vai ser o próximo e como ele vai me
deixar
em pe
____da
_____ços”

o que eu penso antes de dormir é uma narrativa de não-ficção contínua dividida em poemas, reflexões, mini contos e pensamentos jogados, às vezes em versos tradicionais, outras em diagramação personalizada para passar sua mensagem pessoal e muito íntima. Nele o autor conversa com alguém, um alguém específico claramente, mas sem ignorar a presença de quem lê, deixando que a gente entre no que não é da nossa conta pra tornar parte da nossa vida. A leitura é MUITO rápida, mesmo, você finaliza em questão de 10 minutos, contados pelo próprio Kindle, mas que demora muito mais do isso para ser digerida, pensada, sentida. Ele usa as palavras lindamente, mostrando cada vez mais o amadurecimento da sua escrita em todos os sentidos, principalmente no que diz respeito à temática e estrutura. Apesar de curto, ele entrega um livrão.

o que eu penso antes de dormir: mão de pele clara segurando uma caneca contendo bebida achocolatada atrás de um aparelho Kindle com uma página do livro na tela, o primeiro verso do poema está em destaque, marcado pela leitora no próprio aparelho. O e-book está apoiado em pernas cruzadas, usando calça de estampa geométrica, e ao fundo um tecido de tema floral.

“eu quero estar presente.
e quero ser marcado.
quero saber das lembranças como elas aconteceram
não quando você as inventa até elas só serem histórias,
sabe?”

Por fim, é impossível falar dos livros do Guto (vou abandonar as formalidade aqui) sem falar do visual e diagramação impecáveis, principalmente se tratando de uma publicação independente. Ele tem uma equipe por trás que faz um trabalho TÃO primoroso que você estende o tempo de leitura parando para admirar. Páginas inteiras em que o visual complementa uma simples frase, transformando poucas palavras em arte, ilustrações jogadinhas aqui e ali, até o perfil de autor do final é delicado, simples demais, e ainda assim você sente a preocupação em deixar condinzente com o resto. É óbvio que o livro não é feito SÓ disso, mas no caso dele as duas coisas se complementam com tanta força que deixar de apontar uma delas desvaloriza sua existência. Lindo, de ler e de ver.

o que eu penso antes de dormir: mão de pele clara segurando uma caneca contendo bebida achocolatada atrás de um aparelho Kindle com uma página do livro na tela, contendo o código Spotify da playlist do mesmo. O e-book está apoiado em pernas cruzadas, usando calça de estampa geométrica, e ao fundo um tecido de tema floral.

Leia também: fica por aqui: Uma história de Vento Ventania, resenha do livro publicado pelo Augusto como e-book e em versão física como parte da conscientização do Setembro Amarelo.

Augusto Alvarenga é mineiro de João Monlevade, mora em Belo Horizonte, graduado em Cinema e Audiovisual e publicou seu primeiro livro, “Um Amor, Um Café e Nova York”, em 2014. Hoje tem vários volumes publicados, incluindo participações em antologias, que vocês podem conhecer no Instagram @instaguto, Twitter @tuiteguto e perfil de autor Skoob. o que eu penso antes de dormir está disponível como e-book na loja Kindle da Amazon por R$6,00 e aluguel de graça para usuários Kindle Unlimited. A playlist do livro pode ser acessada no Spotify.

Continue Reading

My Pink Planner Tilibra 2021

Selfie de Luly Lage segurando o My Pink Planner 2021, da marca Tilibra

Ano passado usei um planner Tilibra bem bonito, mas basicão, onde a capa era rosa, mas simples, e o conteúdo interno sem nenhum detalhe ou enfeite, ou seja: um planner adultinho! Até fiz um post na época contando o quanto isso foi legal pra mim, significativo e tal, já que foi o ano em que completei 30 anos, mas vamos ser sinceras aqui: não trouxe lá muita sorte, né? A pandemia veio, a vida não só estagnou como acabou até dando uns passos pra trás, tá todo mundo beeem ferrado e eu podia ter escolhido qualquer um, porque no fim das contas ele ficou preso dentro de casa junto comigo e a mensagem não foi passada, já que ninguém viu. Ai, ai, ai, 2020, você bem puxou nosso tapete, hein, danado…

PORÉM devo dizer que, no fim das contas, ter um planner me ajudou BASTANTE nesse período doidão que a gente tá vivendo sem previsão pra ter fim… Eu só consegui produzir o pouco que produzi ano passado graças a ele, então acho que encontrei meu jeito de organizar a vida, sabe, já que agendas pararam de funcionar há muitos anos por aqui e o BuJo foi uma péssima escolha que nunca levei adiante quando tentei… Por isso dessa vez fui atrás de um novo com a decisão de que a vida tá muito por um fio pra tentar ser séria, escolhi o modelo imaturo que eu quis na vibe da adolescente dos anos 2000 que fui um dia e comprei o My Pink Planner da Tilibra na Livraria Leitura por, em média, trinta reais!

Psiu! Pres’tenção! Esse post contém não só uma descrição e fotos do planner escolhido e de como pretendo usa-lo, mas também um tour completo por ele em vídeo mostrando TODOS os tipos de página e funções que contém. Se você quiser ver tudo-tudo-tudo pra decidir se compra ou não, é só ir lá pro final!

Capa do My Pink Planner Tilibra, rosa com detalhes em estrelas brilhantes, lateral em espiral e o nome do produto em baixo, escrito em branco. Ao fundo uma base de corte e materiais de escritório, todos também cor de rosa.
Capa
Imagem do My Pink Planner 2021 aberto na folha de rosto, onde se lê em inglês "Diga Olá para novas possibilidades" em vermelho num fundo rosa. Em baixo dos dizerem existe um quadrado branco para informações pessoais à escolha de quem usar o produto.
Folha de rosto / sobre mim

A primeira coisa que preciso falar sobre esse planner é que ele REALMENTE parece ter sido tirado do meu 2º ano do Ensino Médio em 2006… A capa com estrelinhas brilhantes, os detalhes todos em rosa ou, no máximo, vermelho, os textos em inglês misturados com português, corações, clipes, página de adesivos e tudo o que eu amava ter direito. Sinceramente acho que foi escolhido não só por ser minha cor favorita, mas também pela nostalgia das agendas Menininhas que eu usava anualmente como diário. As coisas estão tão pesadas, principalmente por quem opta por se informar e manter os pés no chão como tenho feito, que é bom ter um visual divertido e gostoso assim em algo pessoal que vou acessar todo dia. O mundo já tá muito feio, então não custa nada planeja-los em algo bonito!

Gostei bastante que ele não tem aquelas páginas de informações com itens pré-definidos, e sim uma folha de rosto decorada com um quadradinho destinado a esse fim, pra ser preenchido com o que julgo ser importante. Na verdade essa é uma característica forte desse planner: muito espaço pra você usar do jeito que quiser, como páginas para listas, um espaço grande de inspirações dividido em sub espacinhos diferentes, onde anotei meus objetivos, metas de redes sociais e até informações que preciso sempre acessar e não sei de cor, como meu CNPJ, e mesmo as páginas de planejamento em si, seja ele anual, mensal ou semanal, tem algumas linhas e quadriculados que você vai ajustando ao que precisa. É bem fofo porque nunca fala de “planos” e sim de “pink plans”, o que deixa a coisa alegre demais ao ser usada!

Imagem do My Pink Planner 2021 aberto na página de listas, onde se vê quatro espaços pautados para criar listas pessoais em fundo rosa.
Espaço para listas
Imagem do My Pink Planner 2021 aberto na página de planejamento mensal do mês de julho, onde se vê um calendário do mês com espaço para breves anotações por dia e uma pequena área pautada na lateral esquerda.
Planejamento mensal

Como dito acima, no que diz respeito ao planejamento em si, são três tipos diferentes. No início existe o planejamento anual, que é onde anoto tudo sobre dinheiro, registrando o que entra em vermelho e o que sai em verde pra ter controle do que ganho e gasto, é claro. Depois começa o planejamento mensal, um calendário de cada mês antes das semanas referentes ao mesmo, que uso para registrar datas importantes como aniversários e o início do Sol em cada signo, pois adoro astrologia. Ali tem também um espacinho pautado, onde anoto as contas do mês para ir marcando as que já paguei, já fazia no ano anterior e funcionou super bem. Enfim, vem o planejamento semanal, com um espaço grande para cada dia, todos os mesmo tamanho, e vários desses “espaços extras” para ir ajustando à nossa rotina, são páginas lindinhas…

Ao final, depois da última semana, existem quatro páginas de cada em três categorias diferentes: pautadas, quadriculadas e pontilhadas, todas com pequenas frases divertidas nos cantinhos, em inglês, seguindo a vibe do resto. Aí é deixar o cotidiano definir como preencher cada uma, também! Na pautadas, por exemplo, eu anotava minhas listas de mulheres de cada movimento artístico que queria estudar no Vênus em Arte ano passado, mas migrei isso pra página de Listas esse ano e, por enquanto, só usei uma, pra anotar os livros que vou lendo. As quadriculadas eu AMO, uso pra calendário menstrual e anotar meus números de redes sociais, e só as pontilhadas ainda não sei pra que usar… Ele tem também um tracker de hábitos no começo, totalizando 80 folhas, todas coloridas e decoradas, para que seu ano seja cor-de-rosa por completo. Tô apaixonada e recomendo muito!

Imagem do My Pink Planner 2021 aberto na página de planejamento mensal da semana entre os dias 5 a 11 de julho. Além dos retângulos de caa dia da semana a página também contém pequenas áreas de anotações a serem feita da maneira que convir a quem usa o produto.
Planejamento Semanal
Imagem do My Pink Planner 2021 aberto na página de pautada do final, onde se lê em inglês a frase "Quando nada sair direito, vá à esquerda.
Detalhe das folhas de caderno do final

Informações gerais:

– Capa dura e lateral em espiral, permitindo que seja completamente dobrado ao meio;
– Tamanho entre o A5 e A4;
– Bolso na frente em papel de alta gramatura;
– Página de adesivos;
– Folha de rosto com espaço para informações pessoais a escolha de quem usar;
– Calendários 2021 e 2022 contendo os feriados nacionais;
– Feriados internacionais de países da América Latina;
– Tracker de hábitos com espaço para 32 hábitos a serem desenvolvidos ao longo de um mês;
– Páginas de listas com espaço para 8 listas de 14 itens;
– Página de ideias, inspirações, metas ou o que convir;
– Duas páginas de planejamento anual;
– Duas páginas de planejamento mensal por mês, totalizando 24 páginas destinadas a isso (12 meses);
– Duas páginas de planejamento semanal por semana, totalizando 106 páginas destinadas a isso (53 semanas), de 28 de dezembro de 2020 a 2 de janeiro de 2022;
– Planejamento mensal com espaço de lista pautado e semanal com dois espaços pautados, um quadriculado e pequena região para registro de “Gratidão”;
– Quatro páginas pautadas, quatro quadriculadas e quatro pontilhadas no final.

Assista ao vídeo mostrando o planner completo!

Continue Reading

Bem-Vindo ao Clã Nicolau – Renata Borges

Bem-Vindo ao Clã Nicolau: foto do aparelho Kindle com a tela ligada onde a capa do livro aparece em destaque. Ao fundo, envelopes de papel brancos e cor-de-rosa, e ao redor bolas de natal rosa em tamanhos variados, uma xícara de chocolate quente e um prato contando um papai noel de chocolate.

Bem Ben-Vindo ao Clã Nicolau *****
Bem-Vindo ao Clã Nicolau: capa do livro cuja ilustração personagem principal feminina em destaque, de olhos fechados e cabelos para cima, formando um céu estrelado onde se lê o título. Em suas mãos está um globo de neve que contém uma pequena cidade invernal e um jovem casal tentando segurar as mãos um do outro na frente. Em baixo da ilustra consta o nome da autora. Autora: Renata Borges
Gênero: Romance
Ano: 2020
Número de páginas: 158p.
Editora: Publicação Independente
ISBN: B08PC9S1WY
Sinopse: “Quanto tempo um amor pode esperar? Um ano, dois… ou quem sabe nove?
Claire sabe que conheceu o amor de sua vida. Não interessa que todos falem que ela é jovem demais ou que as longas cartas que ela troca há nove anos com Ben, não são mais que um passatempo.”
(fonte)

Comentários: Claire e Ben se conheceram no natal de 2008 e, como todo romance avassalador adolescente, se apaixonaram à primeira vista. Ela tão nova já ajudando no trabalho da família, a Pousada do Clã Nicolau, ele ainda sem saber NADA sobre como lidar com os sentimentos que estão nascendo ali. Nove anos se passaram e a história sobreviveu através de cartas e mais cartas de amor até que na mesma época em 2017 ela, agora a mais velha de 9 irmãs e formada em Administração, responsável oficialmente pela gerência do local, recebe uma carta um tanto quanto animadora depois de um longo tempo de silêncio. É aí que os dois nos levam por uma jornada entre passado e presente para conhecer essa história de amorzinho digna de filme gostoso e levinho de natal, daqueles que a gente gosta SIM e não esconde!

“Esse é aquele momento que nos beijamos e quase nos esquecemos que nossas irmãs histéricas estão no mesmo ambiente que nós dois. A cada beijo, eu quero permanecer mais tempo colado a ela e não preciso nem mencionar todos os efeitos que ela tem em meu corpo em combustão de hormônio adolescente.”

Bem-Vindo ao Clã Nicolau: foto do aparelho Kindle com a tela ligada onde a capa do livro aparece em destaque. Ao fundo, envelopes de papel brancos e cor-de-rosa, e ao redor bolas de natal rosa em tamanhos variados, uma xícara de chocolate quente e um prato contando um papai noel de chocolate.

Situado em ambientação própria da autora, a ilha de Porto Novo, em clima clássico de Natal característico do frio Distrito Leste, daqueles em que a paisagem é fria, a natureza toma conta de boa parte de seu território e o calor humano reina… “Bem Ben-vindo ao Clã Nicolau” é literalmente um comitê de entrada no universo literário da blogueira, escritora, autora das fotos literárias mais lindas do mundo e amiga Re(nata) Borges, a Retipatia. Como toda oferta de boas vindas ao aconchego, ela te deixa confortável, “em casa”, com a presença das personagens e ambiente que criou. Se você conseguir terminar as páginas da noveleta sem desejar uma boa caneca de chocolate quente, sinceramente, não curtiu da maneira que devia. Dá muita vontade de passar as festas de fim de ano na pousada do clã Nicolau e curtir um dos chalés que eles oferecem por lá.

“(…) há nove anos, quando eu o conheci, existiam poltronas vermelhas com tapetes esverdeados que davam a ideia de que era Natal o ano todo. Bem, na verdade, no clã Nicolau é quase isso mesmo, Natal o ano todo.”

Bem-Vindo ao Clã Nicolau: foto do aparelho Kindle com a tela ligada onde a capa do livro aparece em destaque. Ao fundo, envelopes de papel brancos e cor-de-rosa, e ao redor bolas de natal rosa em tamanhos variados, uma xícara de chocolate quente e um prato contando um papai noel de chocolate.

Talvez seja por toda essa magia do “visual” da história, talvez porque conheço a autora há muitos anos por causa do amor em comum por bonecas, mas foi assim que imaginei todo mundo ali: Pullips animadas em stop motion me apresentando a esse romance que aquece o coração da mesma forma que a bebida favorita da protagonista aquece seu corpo. Ao mesmo tempo vira e mexe rola aquele “solavanco” de realidade em lembrar que tudo se passa num lugar fictício, sim, mas que faz parte do nosso mundo real! Dessa forma podemos ouvir as músicas que eles escutam, conhecer os filmes dos quais eles falam e saber mais ou menos como estava nossa própria vida nos momentos que são ali vividos. É super o tipo de livro para ler com o Spotify do lado para pesquisar e curtir a trilha sonora enquanto ela acontece!

Leia também: O Espírito Natalino, resenha desse breve e emocionante conto de natal de Júlia Cancian.

Bem-Vindo ao Clã Nicolau: foto do aparelho Kindle com a tela ligada onde a capa do livro aparece em destaque. Ao fundo, envelopes de papel brancos e cor-de-rosa, e ao redor bolas de natal rosa em tamanhos variados, uma xícara de chocolate quente e um prato contando um papai noel de chocolate.

“Acho que as músicas são assim, nos afetam conforme nosso estado de espírito.”

Falando de forma bem pessoal, a Rê é a pessoa mais exigente que conheço, com tudo, mas em especial com o próprio trabalho (capricorniana, né mores?). A história do clã Nicolau não é diferente, muito bem escrita e fluída, usa frases bem estruturadas e, ainda assim, sem rodeios desnecessários: você entende as coisas, absorve, visualiza, sente. Consegui me identificar TANTO com a Claire que sorri, tremi e chorei junto com ela sempre que pertinente, dava vontade de pegar na sua mão, seja como adolescente ou adulta, e viver seus altos e baixos lado a lado. É tão gostoso ver uma mulher bacana assim num livro de romance, né? Que sabe oscilar entre a força e a fragilidade nos momentos em que precisa delas, como a gente tem que ser na vida real, mesmo, 50% princesa da neve de conto de fada, 50% heroína com as rédeas da própria vida!

Renata Borges é brasileira, mora em Belo Horizonte, graduada em Direito pela PUC Minas. Hoje ela trabalha como escritora, escrevendo sobre livros nas redes sociais e no blog Retipatia e suas próprias histórias de ficção, como essa que está disponível como ebook Kindle na Amazon por R$1,99 e aluguel de graça para usuários Unlimited. Para conhece-la melhor vocês podem seguir o @retipatia Twitter e Instagram, onde ela cria MUITO conteúdo literário e tem também o projeto @gentilezaliteraria, além de organizar também oficinas para quem quer manter um bookstagram de qualidade e mais gentil. Agora ela tá também caminhando com seu canal do Youtube, cuja qualidade é à altura de todo o resto que produz.

Espero que todos tenham vivido um Feliz Natal nesse 2020 tão estranho, com leituras de aquecer o coração pra quem é dos livros, filmes e séries cheios de “ha-ha-ha” para quem é dos audiovisuais, pessoas queridas por perto ainda que distantes e com a mesa farta daquilo o que gosta. Que o próximo Natal seja mais leve e, literalmente, vacinado!M/p>

Continue Reading

O Espírito Natalino – Júlia Cancian

O Espírito Natalino: foto do aparelho Kindle com a tela ligada em que a capa do livro aparece em destaque. Ao fundo, galhos de uma árvora de natal branca com enfeites rosa choque variados.

O Espírito Natalino *****
O Espírito Natalino: Capa do livro de fundo liso, pequenos enfeites de natal no topo, seguida do título da obra. Ao centro, dois suéters de temática natalina estão lado a lado, como um casal, e na parte inferior consta o nome da autora. Autora: Júlia Cancian
Gênero: Conto, fantasia
Ano: 2020
Número de páginas: 32p.
Editora: Publicação Independente
ISBN: B08P61G158
Sinopse: “Énastros e Berenice se conheceram em uma noite de natal, no vigésimo segundo aniversário dele. No entanto, naquele minúsculo apartamento também vivia um outro alguém. Berenice só não contava que esse amigo fosse um tanto quanto… Incomum. Um conto em que o personagem principal não é humano e tem que lidar com uma grande perda.” (fonte)

Comentários: Você já imaginou como é a vida de um Espírito Natalino? Visualize só a ideia de ser querido por todos, esperado o ano inteiro, trazer sensações maravilhosas a tantos amantes dessa data especial e não poder curtir realmente isso com nenhuma dessas pessoas… Essa é a vida do protagonista desse conto de fim de ano de Júlia Cancian: ele não pode ser visto, ouvido ou mesmo verdadeiramente sentido pelos humanos com quem convive todos os dias. Fica apenas vagando pelo planeta, fazendo parte dele como pode até, enfim, conhecer e começar a estabelecer um certo contato com Énastros, um jovem escritor também nascido no natal de história triste e igualmente solitário. Quando Berenice, uma moça pela qual o rapaz se apaixona quase instantaneamente, aparece na vida dos dois, a história tem tudo para ter o mais feliz dos finais.

O Espírito Natalino: foto do aparelho Kindle com a tela ligada em que a capa do livro aparece em destaque. Ao fundo, galhos de uma árvore de natal branca com enfeites rosa choque variados.

Um conto carregado de sentimento e, ainda assim, com a leveza que esse fim de ano tão tenso que estamos vivendo pede, O Espírito Natalino nos faz desejar muito poder sentir a presença de “Lino”, narrador personagem que, na história, é o responsável por nos fazer amar tanto essa época do ano. Ao longo das páginas, vemos sua ligação com Énastros crescendo, e também a dos dois com Berenice e seu pudim delicioso. Uma história simples, e ainda assim bem trabalhada em detalhes bonitos, como a escolha dos nomes e enaltecimento do estado natal da autora, que aproveita a deixa para falar um pouco da cultura do mesmo ao narrar as viagens desse ser especial. Juro, fiquei imaginando como seria fazer um curta metragem de animação dele, daqueles em que as personagens não falam, mas te fazem chorar (e muito!) tanto ao longo do enredo quanto no final melancólico.

“O amor não é sobre religião, caso você esteja pensando nisso neste momento (…). O amor é sobre pessoas, é sobre o outro, é sobre o que eu posso fazer para diminuir a dor do meu próximo.”

Aliás, falando em final, ele me pegou 100% de surpresa! Eu imaginava que os acontecimentos que estavam sendo narrados se desencadeariam em situações completamente diferentes, rotineiras, até que de repente veio um grande impacto que me deixou paralisada por um segundo antes de continuar. Como alguém que escreve (e adora um bom draminha), fiquei imaginando como foi para a autora chegar ali, se ela pensou em outros caminhos, mas ao mesmo tempo que o coração fica pequenininho, dá pra entender a direção pela qual optou. Meio “a vida é assim”, sabe? Mas sendo em bons ou maus momentos, “Lino” segue como alguém que dá vontade de abraçar e ajudar a seguir com sua vida imortal (já que, como ele mesmo disse várias vezes, ser um Espírito não o torna um fantasma). Livro totalmente recomendado para aquela leiturinha rápida antes do dormir que vai te ajudar a sonhar em paz!

Leia também: O Conto de Natal, uma pequena história natalina publicada aqui no blog!

Júlia Cancian é brasileira nascida e moradora do Espírito Santo, graduanda em Ciência da Computação pela Universidade Federal do Espírito Santo. Aos 18 anos (quaaase 19), ela já tem dois contos publicados na Amazon Kindle, disponíveis para compra ou de graça para assinantes Kindle Unlimited: O Espírito Natalino e Todas as Luas de Júpter, que conta em primeira pessoa a história de uma mulher transtorno dissociativo de identidade (TDI). Para conhece-la melhor vocês podem seguir no Instagram @juliahcancian ou Twitter @itsazriel.

Continue Reading

Wishlist 3×3: Roupas de gatinho da Berrylook

Roupas de gatinho preto da Berrylook

Eu sou uma dessas pessoas que gosta de ter os amores estampados pra todos os lados, tudo o que gosto fica muito claro porque está presente na minha decoração, objetos, acessórios e, claro, roupas. Sempre me visto não só com cores, mas também símbolos que gosto. Quem habita o topo dessa lista? Arwen, minha gata! Quando entro nessas lojas de roupas baratas online, como a Berrylook, meu primeiro impulso é sempre buscar variações de “black cat”, queria ter um GUARDA ROUPAS de gatinhas pretas pra mostrar pro mundo que a minha é o serzinho mais especial dessa vida… Por isso selecionei 3 conjuntos de 3 peças nesse tema numa wishlist pra ficar olhando com os olhos brilhando – e fazendo os de vocês brilharem também!

I am one of those people who likes to have their loves printed everywhere, everything I like is very clear ’cause it’s present in my decoration, objects, accessories and, of course, clothing. I always dress not only with colors, but also symbols that I like. Who are on the top of that list? Arwen, my cat! When I enter these cheap clothes online stores, like Berrylook, my first impulse is to look for variations of “black cat”, wish I had a wardrobe of black kittens to show for the world that mine is the most special little thing on this planet … So I selected 3 sets of 3 pieces on this theme in a wishlist to look with shining eyes – and making yours shine too!

Roupas de gatinho preto da Berrylook
Links: Round neck cat print long sleeve t-shirt + Round neck cat printed short sleeve t-shirt + Round neck cat print short sleeve t-shirt.

Começando com camisetas usáveis no dia-a-dia, que quanto mais melhor, né? Minha favorita, e provavelmente a peça que mais amei na loja toda, é essa blusa preta, básica, só com a silhueta marcada por luz. COISA MAIS GRACINHA, GENTE! Aliás, existe algo mais bonito nessa natureza do que silhueta de gato? Não tem, não! Também adorei essa de yin/yang do gatinho preto com o branco, tenho muuuita vontade de dar uma irmã branca pra Arwen, ia ser um contraste lindo as duas juntas… Já tenho até nome pra ela! Pra fechar o trio uma opção bem “pandêmica”, em que ele está de máscara… AH NÃO! Perfeita, melhor jeito de descrever esse ano com certeza.

Starting with everyday t-shirts, the more the better, right? My favorite, and probably the most loved item in the entire store, is this black, basic blouse, only with the silhouette marked by light. SO PRETTY! In fact, is there anything more beautiful in nature than a cat silhouette? There isn’t! I also loved this yin/yang with a black and a white cats, I would love to give Arwen a white sister, it would be a beautiful contrast to see them both togethet… I already have a name for her! To close the trio a very “pandemic” option, in which he is wearing a mask. OH, NO! Perfect, best way to describe this year for sure.

Roupas de gatinho preto da Berrylook
Links: Cat print round neck ladies sweatshirt + Cat print long sleeve t-shirt + Cute kitty leisure long sleeve sweatshirt

Agora pensando em roupas de inverno, que não sei nem onde usaria nesse calor dos trópicos no qual vivemos, mas que dá vontade de ter mesmo assim. Não podia faltar lago rosa nessa wishlist, né? Por isso já coloquei aqui esse moletom fofeza, com o carinha do gatinho bem minimalista e narizinho de coração, ideal pra ficar vendo filme com o gatinho real no colo, ronronando. Também gostei muito da blusa de manga comprida listrada, bem mais útil no inverno moderado de Belo Horizonte, e dessa outra opção de moletom com uma ilustração mais divertida. Nela o gato preto tem um cachecol, adorável demais!

Now thinking about winter clothes, which I don’t even know where I would use in the tropics’ heat we live in, but I want to have anyway. We needed a pink item on this wishlist, right? That’s why I put here this cute sweatshirt, it has a very minimalist kitten face with a little heart nose, ideal for watching movies with the real kitten on your lap, purring. I also really liked the striped long-sleeved blouse, much more useful in Belo Horizonte’s moderate winter, and this other sweatshirt option with a funnier illustration. The black cat is wearing a scarf, so adorable!

Roupas de gatinho preto da Berrylook
Links: Round neck patch pocket animal printed color block shift dress + Round neck cat print long sleeve t-shirt + Hooded animal prints hoodie

A Berrylook tem todo tipo de roupa que a gente imagina, desde básicas até as mais “diferentonas” e sazonais, como casacos longos para mulheres e peças temáticas para feriados… Esse vestido com bolsos invernal, por exemplo, é algo que nem sempre a gente acha com facilidade no Brasil, né? Foi ele que me fez procurar outras opções com gatos por lá, achei estiloso e adequado para diversas ocasiões. A blusa com o “gato Noel” selecionei pensando no Natal que está por vir, é uma que eu SUPER usaria na noite do dia 24 de dezembro, e esse moletom branco parece simples, mas tem ilustração mais estilizada e os detalhes na manga para dar um toque especial. Ai, acho que 9 é pouco, eu poderia colocar muitos outros exemplos lindos da loja aqui…

Berrylook has all kinds of clothes, from basics to the most “different” and seasonal ones, like long coats for women themed pieces for holidays… This winter dress with pockets, for example, isn’t easily found in Brazil, right? It was who made me look for other options with cats there, I found it stylish and suitable for several occasions. The blouse with “Santa Cat” I selected thinking about Christmas who is coming soon, I would SUPER wear it on December 24th’s night, and this white sweatshirt looks simple, but has a more stylized illustration and details on the sleeve to give a special touch. I think 9 isn’t enough, I could put many other beautiful examples from the store here…

Psiu! Prest’enção! Esse post é uma publicidade da Berrylook e todas as imagens de produtos aqui presentes foram tiradas do site da loja em novembro de 2020.

Jovens Bruxas: Em exibição nos cinemas!

Continue Reading
1 2 3 242