Wishlist 3×3: Roupas de gatinho da Berrylook

Roupas de gatinho preto da Berrylook

Eu sou uma dessas pessoas que gosta de ter os amores estampados pra todos os lados, tudo o que gosto fica muito claro porque está presente na minha decoração, objetos, acessórios e, claro, roupas. Sempre me visto não só com cores, mas também símbolos que gosto. Quem habita o topo dessa lista? Arwen, minha gata! Quando entro nessas lojas de roupas baratas online, como a Berrylook, meu primeiro impulso é sempre buscar variações de “black cat”, queria ter um GUARDA ROUPAS de gatinhas pretas pra mostrar pro mundo que a minha é o serzinho mais especial dessa vida… Por isso selecionei 3 conjuntos de 3 peças nesse tema numa wishlist pra ficar olhando com os olhos brilhando – e fazendo os de vocês brilharem também!

I am one of those people who likes to have their loves printed everywhere, everything I like is very clear ’cause it’s present in my decoration, objects, accessories and, of course, clothing. I always dress not only with colors, but also symbols that I like. Who are on the top of that list? Arwen, my cat! When I enter these cheap clothes online stores, like Berrylook, my first impulse is to look for variations of “black cat”, wish I had a wardrobe of black kittens to show for the world that mine is the most special little thing on this planet … So I selected 3 sets of 3 pieces on this theme in a wishlist to look with shining eyes – and making yours shine too!

Roupas de gatinho preto da Berrylook
Links: Round neck cat print long sleeve t-shirt + Round neck cat printed short sleeve t-shirt + Round neck cat print short sleeve t-shirt.

Começando com camisetas usáveis no dia-a-dia, que quanto mais melhor, né? Minha favorita, e provavelmente a peça que mais amei na loja toda, é essa blusa preta, básica, só com a silhueta marcada por luz. COISA MAIS GRACINHA, GENTE! Aliás, existe algo mais bonito nessa natureza do que silhueta de gato? Não tem, não! Também adorei essa de yin/yang do gatinho preto com o branco, tenho muuuita vontade de dar uma irmã branca pra Arwen, ia ser um contraste lindo as duas juntas… Já tenho até nome pra ela! Pra fechar o trio uma opção bem “pandêmica”, em que ele está de máscara… AH NÃO! Perfeita, melhor jeito de descrever esse ano com certeza.

Starting with everyday t-shirts, the more the better, right? My favorite, and probably the most loved item in the entire store, is this black, basic blouse, only with the silhouette marked by light. SO PRETTY! In fact, is there anything more beautiful in nature than a cat silhouette? There isn’t! I also loved this yin/yang with a black and a white cats, I would love to give Arwen a white sister, it would be a beautiful contrast to see them both togethet… I already have a name for her! To close the trio a very “pandemic” option, in which he is wearing a mask. OH, NO! Perfect, best way to describe this year for sure.

Roupas de gatinho preto da Berrylook
Links: Cat print round neck ladies sweatshirt + Cat print long sleeve t-shirt + Cute kitty leisure long sleeve sweatshirt

Agora pensando em roupas de inverno, que não sei nem onde usaria nesse calor dos trópicos no qual vivemos, mas que dá vontade de ter mesmo assim. Não podia faltar lago rosa nessa wishlist, né? Por isso já coloquei aqui esse moletom fofeza, com o carinha do gatinho bem minimalista e narizinho de coração, ideal pra ficar vendo filme com o gatinho real no colo, ronronando. Também gostei muito da blusa de manga comprida listrada, bem mais útil no inverno moderado de Belo Horizonte, e dessa outra opção de moletom com uma ilustração mais divertida. Nela o gato preto tem um cachecol, adorável demais!

Now thinking about winter clothes, which I don’t even know where I would use in the tropics’ heat we live in, but I want to have anyway. We needed a pink item on this wishlist, right? That’s why I put here this cute sweatshirt, it has a very minimalist kitten face with a little heart nose, ideal for watching movies with the real kitten on your lap, purring. I also really liked the striped long-sleeved blouse, much more useful in Belo Horizonte’s moderate winter, and this other sweatshirt option with a funnier illustration. The black cat is wearing a scarf, so adorable!

Roupas de gatinho preto da Berrylook
Links: Round neck patch pocket animal printed color block shift dress + Round neck cat print long sleeve t-shirt + Hooded animal prints hoodie

A Berrylook tem todo tipo de roupa que a gente imagina, desde básicas até as mais “diferentonas” e sazonais, como casacos longos para mulheres e peças temáticas para feriados… Esse vestido com bolsos invernal, por exemplo, é algo que nem sempre a gente acha com facilidade no Brasil, né? Foi ele que me fez procurar outras opções com gatos por lá, achei estiloso e adequado para diversas ocasiões. A blusa com o “gato Noel” selecionei pensando no Natal que está por vir, é uma que eu SUPER usaria na noite do dia 24 de dezembro, e esse moletom branco parece simples, mas tem ilustração mais estilizada e os detalhes na manga para dar um toque especial. Ai, acho que 9 é pouco, eu poderia colocar muitos outros exemplos lindos da loja aqui…

Berrylook has all kinds of clothes, from basics to the most “different” and seasonal ones, like long coats for women themed pieces for holidays… This winter dress with pockets, for example, isn’t easily found in Brazil, right? It was who made me look for other options with cats there, I found it stylish and suitable for several occasions. The blouse with “Santa Cat” I selected thinking about Christmas who is coming soon, I would SUPER wear it on December 24th’s night, and this white sweatshirt looks simple, but has a more stylized illustration and details on the sleeve to give a special touch. I think 9 isn’t enough, I could put many other beautiful examples from the store here…

Psiu! Prest’enção! Esse post é uma publicidade da Berrylook e todas as imagens de produtos aqui presentes foram tiradas do site da loja em novembro de 2020.

Jovens Bruxas: Em exibição nos cinemas!

Continue Reading

Lookbook: Isto é Halloween

Lookbook: Isto É Halloween

É Halloween! Ou melhor, foi Halloween ante-ontem, e esse ano a data não passou batida por aqui! Com a quarentena a possibilidade de ir a alguma festa ou algo assim foi completamente descartada, mas depois de 14 dias completamente isolados para garantir que a “coisa” aconteceria da forma menos perigosa possível eu, Gil e Ramon, meus companheiros de aventura de todos os momentos, fizemos uma festinha do pijama temática aqui em casa pra matar MUITOS meses de saudades comendo umas bobeirinhas, ouvindo música e nos caracterizando de leve. Eu tô tranquila com esse tipo de reunião, mesmo que tão íntima, em plena pandemia? Ainda não. Pretendo tornar um hábito? Também não. Mas consegui me divertir e ficar com a cabeça sã mesmo depois que acabou, sem sentir que saí dela contaminada, ou pior, contaminando alguém… Então, sendo assim, que bom!

Durante outubro vi vários tipos de “Tim Burton Challenge” pela internet afora, e um deles consistia em a pessoas se transformar numa versão de si mesma adaptada pro universo dos filmes dele, o que achei GENIAL. Não sou fã eufórica dele, na verdade tenho uma relação bem “amor e ódio” porque são filmes que ADORO PROFUNDAMENTE ou ABSOLUTAMENTE DETESTO, mas como num geral o saldo é mais positivo que negativo e a estética é perfeita pra essa data, fiquei doida pra fazer também. Aproveitei que no início do mês recebi esse vestido cavado cinza LINDO das meninas da MinKa Camisetas Feministas e juntei o útil ao agradável, dando esse ar “girly” e divulgando o trabalho delas de forma temática, claro!

Leia também: MinKa Camisetas Feministas, a história dessa loja incrível que foca no empoderamento feminina não só de quem consome seus produtos, mas também de suas funcionárias!

Lookbook: Isto É Halloween | Trio de fotos do look, composto de camiseta preta, vestido cavado cinza, meia calça rendada e sapatilha preta.
Laço: s/m | Camiseta: Sango’s | Vestido: MinKa Camisetas Feministas | Meia-calça: Trifil | Sapatilha: n/s

Como o vestido não tem nenhuma estampa específica, ela está presente num broche fixado na alça, nem precisei adaptar, tava pronto pra qualquer ocasião. Coloquei camiseta preta por baixo, uma meia calça de renda, meinha preta pra dar um “tchan” (não dá pra ver nas fotos) e uma sapatinha preta também, bem simples com um lacinho. Botei também um laço preto no cabelo recém retocado (ficou mais rosa do que nunca, gente!) porque eu gosto e não consigo mais usar tanto no dia a dia, sinto que infantiliza minha imagem, então quando acho que cabe no visual invisto sem dó, hahaha. Simples assim, bonitinha e confortável que é a melhor combinação do mundo!

Porém o visual não seria NADA sem a maquiagem, né? Tentei fazer aquela sobrancelha “viradinha” das personagens dele, acabou ficando muito ruim e desisti, mas de resto o resultado ficou MUITO legal. Usei uma base da Maybelline versão gringa que fica um pouco clara pra mim, normalmente uso pra clarear as que estão escuras, mas que funciona nessas ocasiões onde o objetivo é esse mesmo, pó compacto da Linha Bruna Tavares que segue sendo tudo pra mim e abusei dos meus novos produtos da Linha Niina Secrets pela qual estou apaixonada! O batom foi o Vermelho Hibisco dela, que é um tom bem fechado, concentrado só no centro da boca e de resto fiz TUDO com a paleta de sombras: olhos, blush, contorno, iluminador, tudo mesmo! Caprichei cobrindo as olheiras com a base pra depois fazer o que? Isso mesmo, olheiras com a sombra! Coisas de dia das bruxas…

Leia também: Maquiagem Zomby Gaga para o Halloween (e Lookbook!), minha caracterização de Halloween de dois anos atrás, onde me transformei na Monster High da Lady Gaga.

Lookbook: Isto É Halloween | Foto de lado, olhando para uma caveira de plástico nas mãos.
Eu & Eugenio, nosso crânio decorativo, questionando se Ser ou Não Ser!

De resto nossa festinha teve muita comidinha gostosa, incluindo um bolo pink velvet de caveiras do nosso amigo O Doce Nick que ficou DIVINO, e eu improvisei alguns morcegos de origami na parede, intercalado com mini abóboras decorativas que já tinha aqui. Até gravei o passo a passo dos morcegos pro meu canal, que é uma versão adaptada de vários tutoriais que vi com um toque pessoal meu, mas acabou ficando tarde demais pra postar. Vou guardar ele aqui, quem sabe solto ano que vem?

Continue Reading

Lookbook: Vênus em Arte

Lookbook: Vênus em Arte

Olha, eu vou confessar que não sou exatamente uma referência quando o assunto é atualizar meu perfil do Lookbook, não… Muito pelo contrário, sempre protelo a hora de tirar foto e acabo nem tirando, e é triste porque eu queria ter esse registro, sabe? Acho legal pra rever e lembrar o que gosto ou não. Quando estourou a pandemia, porém, tive certeza absoluta que esse ano não teria mais look NENHUM, porque sempre tive os pés bem no chão sobre quanto tempo isso tudo ia durar. Acabou que rolou um logo depois do meu aniversário, data especial, né, e cá estou, com mais um, me provando errada de novo. Ainda bem!

Nesse caso não foi nem ocasião especial, nem nada, e sim um jeito bonitinho de estrear minha nova blusa da Renner que é TÃO a minha cara que foi indicação da Re, que me mandou foto quando a viu em uma loja. Veja bem, ela 01) retrata uma obra de arte super famosa, 02) adapta pra um perfil de redes sociais que é uma temática super inserida no meu dia a dia, 03) é divertida por fazer essa junção, e 04) não é uma obra qualquer, e sim a minha DEUSA FAVORITA, Vênus (Afrodite, pros gregos), em sua versão mais icônica do Botticelli. Se tudo isso não for motivo suficiente vamos lembrando aqui que eu tenho um canal e podcast chamado Vênus em Arte, onde falo sobre mulheres artistas, sabe? Sim, nascemos uma pra outra!

Lookbook: Vênus em Arte (trio de fotos fazendo pose)
Óculos: Carmim | Blusa: Renner | Calça: Miller Deluxe | Tênis: Converse All Star

Logo que a blusa chegou tirei uma nova foto de perfil pro Vênus em Arte com ela que ficou um xuxu, mas tava muuuuito calor e assim que fiquei satisfeita com alguma coisa troquei de roupa rapidinho e nem aproveitei toda a produção. Uns dias depois, porém, tava me sentindo bonita e achei que merecia ficar arrumadinha só pra trabalhar dentro de casa, mesmo. O calor persistia? Sim, com força! Mas se eu for parar de usar minhas roupas pretas por causa disso, gente, não vou vestir mais nada, então eu simplesmente aguento. Preto é lindo, eu gosto, fazer o que, né?

Percebi nos últimos 2 anos, mais ou menos, que a vida acadêmica traz All Stars de volta pro meu coração. Logo que entrei na faculdade, mais de 12 anos atrás, passei algum tempo “acumulando” vários deles, mas perto da formatura eles foram sendo cada vez mais substituídos pelas sapatilhas, que ainda gosto bastante. O tempo foi passando, achei que isso não faria mais parte do meu cotidiano, até que decidi voltar a estudar com pós (que acaba esse mês!), mestrado (que ainda não entrei) e outros cursos… Pronto, virei aloka da Converse de novo! Somei isso à calça jeans de lavagem escura e cintura alta, já que FINALMENTE tô conseguindo limpar meu guarda roupas da maldita cintura baixa que sempre odiei… Precisa de algo mais? Essa combinação é 100% eu!

Lookbook: Vênus em Arte (foto sentada)

Porém, mesmo sendo tão condizente com meu estilo, não achei que ia gostar TANTO das fotos quanto gostei. Até as que a cara saiu meio de antipática, pela correria de improvisar pose antes do tempo do timer acabar, achei que ficaram legais e quis colocar em tudo quanto é rede social (que nem essa aí em baixo). É tão raro a gente ficar satisfeita assim quando o assunto é auto imagem, né? Eu sou super dessas que precisa de 50 fotos pra gostar de uma, é raro tirar poucas e amar várias. Acho que o cabelo rosa, que tava retocadinho nesse dia, tem me ajudado muito nisso, mesmo estando há quase 3 meses assim ainda acordo às vezes olhando pros fios como se eles fossem a coisa mais linda do mundo, capazes de trazer cor pra mim não só por fora, mas principalmente por dentro!

Logo antes de tirar essas dessas fotos rolou pela primeira vez no meu Instagram um desses “challenge” de maquiagem, uma coisa que até acho legal de ver mas num sou muito de aderir… Não é meu foco pra produzir, acho MUITO difícil gostar das alternativas de transição, então sinceramente nem faço. Nessa manhã, porém, acordei com a abertura d’As Meninas Super Poderosas na cabeça e fiquei tentando pensar em como fazer uma maquiagem só com 4 produtos pra usar cada um deles como os ingredientes usados na criação delas, mas não consegui DE JEITO NENHUM escolher entre meus 5 “essenciais”. Usei então dois deles como solução pro “Elemento X”, editei o áudio do jeito que queria e AMEI! Sério, assisti em loop que nem uma idiota, hahahaha! Acho que se for assim, pra misturar com cultura pop e outras artes posso pensar em mais, sim!

Lookbook: Vênus em Arte (detalhe da cintura pra cima)
Base At Play Mary Kay cor Very Light | Contorno Hoola da Benefit | Paleta Sugar Peach da Too Faced (usada para blush, sombra e iluminador) | Máscara de cílios I (love) Extreme da Essence (usada também nas sobrancelhas) | Batom líquido matte Bruna da Linha Bruna Tavares (usado também como delineador).
Continue Reading

Lookbook: Tiny Dancer

Lookbook: Tiny Dancer

Eu realmente achei que não faria mais nenhuma postagem no meu perfil do Lookbook esse ano, e cá estou compartilhando o 100º deles em meio ao isolamento. Ele tava paradinho desde o carnaval pelo motivo óbvio de que não saio de casa pra nada que não seja ir aos Correios ou supermercado quase desde então, mas não foi só isso, não… A verdade é que eu não vinha me amando tanto assim nos últimos tempos, sabe? Tava insatisfeita com meus óculos, que estavam MUITO ruins, e com os cabelos. Desde dezembro vinha planejando pinta-los de rosa, uma vontade antiga que parecia quase impossível diante do fato de que são muito escuros e difíceis de descolorir, esse combo parecia apagar da minha mente todo o resto que havia de bom aqui.

No final de abril, porém, mandei fazer os óculos novos (um presente incrível do meu padrinho), que chegaram em junho, coincidentemente no aniversário de 16 anos do blog. Nesse ponto eu já tinha feito muitos testes de mecha nos cabelos e recebido ótimos conselhos profissionais, até que faltando dois dias pro meu aniversário, finalmente conseguimos pintar, e aí foi uma surpresa incrível porque ficou ainda melhor do que eu esperava. Acho que NASCI pra essa cor, gente! Sabe quando uma “chavinha” gira na sua cabeça e parece que o problema não existe mais? Foi o que aconteceu, e aí eu precisava registrar o look que planejado pra viradas dos 30 anos, cuja blusa foi enviada do site da Chico Rei pelo Gil como presente pela data e, assim, iria contra minha própria suposição mencionada no começo do post.

Lookbook: Tiny Dancer
Óculos: Carmim | Blusa: Chico Rei | Calça: Patogê | Slippers: Moleca + Barbie

Venho namorando essa camiseta há meses, desde pouco depois do lançamento de Rocketman, o filme musical biográfico do Elton John. Ao contrário de muita gente que tem “ciúmes” dos ídolos, eu adoro ver os meus ganhando mais visibilidade, e falando do MAIOR de todos é mais forte ainda. Durante a adolescência eu tinha uma amiga, por assim dizer, que me zoava por ser fã “dessa binha velha”, então vê-lo num momento onde gerações que não o conheciam escutam suas músicas me faz feliz por nós dois, de certa forma. Essa estampa em particular me deixou APAIXONADA não só pelo piano lindo com as cores da bandeira do orgulho LGBTQIA+, mas também pelo pedacinho de Tiny Dancer, uma das minhas favoritas dele. Quando Gil me pediu pra escolher uma no site nem pensei duas vezes (e ele mandou uma do Pink Floyd que queria muito também)!

O único “inconveniente” foi que ela não chegou a tempo do aniversário! A previsão já era pra semana seguinte, mesmo, mas rolou uma torcidinha dupla pra adiantar, que infelizmente não funcionou – mas no fim das contas foi bom porque fez muuuito frio dia 10! Sendo assim resolvi usar no fim de semana seguinte, e sim, pra ficar em casa. Mas é que, gente, se não for assim, quando é que vou poder, né? De vez em quando rola de fazer essas gracinhas. A calça jeans também é nova, de cintura alta e gostosinha, e os sapatos são um modelo da Barbie que já tenho há um tempinho e amo tanto pelo conforto quanto pelo visual… Decidi que o look precisava de mais um toque de rosa, mesmo que agora eu mesma seja esse toque constante.

Lookbook: Tiny Dancer
A diferença de claridade e qualidade entre a câmera traseira (nessa foto) e a frontal (nas anteriores) é gritante!

Leia também: De Repente… 30, meu post de aniversário!

De resto só rolou um Batom Bruna, da Linha Bruna Tavares, um mascarazinha de cílios e tiara na cabeça que comprei numa dessas lojinhas de bijuterias, bem baratinha, porque eu raramente fico “sem nada”. E aí é isso, nada mais a dizer! Quero fazer um post completinho sobre o cabelim, mas beeeeem mais pra frente, depois de já retocar e variar no jeito de cuidar, pra dar um “dosiê” completo. Por hora só posso dizer que tô apaixonada, se daqui 50 anos vocês virem uma senhorinha tirando foto pro blog de cabelo rosa tem grandes chances de ser eu mesma!

Continue Reading

Lookbook: In the dark of the night

Lokkbook: In the dark of the night

No final de fevereiro eu viajei para Viçosa pela primeira vez na vida, mesmo depois de ela ter passado 7 anos convidando, para participar da formatura da minha segunda irmã, que agora é licenciada em matemática. Digo “segunda” para vocês entenderem que ela não é irmã “de sangue”, mas aqui não tem distinção: eu e Dani sempre consideramos a Pati assim e ela idem! Pra vocês terem ideia quando chegamos lá na sexta feira, dia 24, dia da Colação de Grau de todos os cursos de Ciências Exatas e Agrárias da UFV, a mãe dela nos apresentou aos amigos com um “Gente, essas aqui são as irmãs da Patrícia”, o que até emocionou, mas a noite a emoção foi ainda maior! No dia seguinte, sábado, foi o famoso “Bailão”, também para os formandos graduados na véspera, então estávamos todos tão lindos que é OBRIGATÓRIO pra mim tirar fotos pra postar no Lookbook e, claro, aqui também.

No mundo ideal eu teria comprado um lindíssimo vestido para ocasião, mesmo porque estou precisando, o que infelizmente não foi po$$ível… Pensei em pedir um emprestado para minha prima, mas já tinha feito isso num casamento em outubro passado e fiquei sem graça. Resgatei então um longo de baile antigo que ganhei e reformei para usar nas Bodas de Ouro dos meus avós maternos e formatura da 8ª série… QUE ACONTECERAM EM 2004! Sentiram aí o impacto, né? A barra ficou um pouco curta, quase imperceptível, e como não uso saltos muito altos nem deu pra ver direito e não importa pois o vestido é lindíssimo, verde claro e liso no comprimento com detalhe bufante no colo que termina atrás, descendo nas costas. Apesar de as alças estarem um pouco justas (porque de lá pra cá eu adquiri PEITOS) não incomodou, foi super confortável e deixou minhas duas tatuagens do signo à mostra. Infelizmente na hora de tirar as fotos eu ESQUECI que tinha levado minha mini ring light, então temos que nos contentar com a iluminação local e o uso da mesma dupla de salpato-e-bolsa-de-festa-pretos que são os únicos que tenho mas eu GOSTO, me deixa!

Lookbook: In the dark of the night
Vestido, bolsa e colar: n/s | Sapatos: Moleca

O que eu mais gostei na noite, porém, foi a minha maquiagem! A pele ficou linda, o blush meeega marcado do jeito que gosto, Batom Bruna típico vermelhão de todos . os . dias e só não consegui colar cílios postiços porque normalmente quando minha primeira tentativa dá errado eu simplesmente desisto pra não me estressar mais e estragar a noite, que foi o que aconteceu… E a sombra foi a cereja do bolo! Enquanto fazia as malas e decidia o que fazer lembrei que tenho aqui um pigmento da cor EXATA do vestido. Tinha que usar, né? É uma pena que não tenha conseguido captar NENHUMA imagem realmente boa dela porque tudo deu certo, tanto na minha quanto na Daninha. O esfumado e côncavo marrom perfeito, melhor que já fiz na vida migrando lindamente pro verde, um lado igual ao outro certinho, iluminado no canto interno destacado mesmo com o resto brilhando tanto quanto. Queria ter como mostrar como tava DE VERDADE, mas nenhuma foto chegou nem perto disso…

… o que não significa que não posso postar pelo menos o que consegui, né? Preparem-se pra vê-la da forma menos pior possível com os poucos recursos que eu tinha em um GIF ANIMADO que une fotos e Boomerang (aqui a gente não brinca em serviço né meninas!):

via GIPHY

Nenhuma cor está fiel o suficiente, a qualidade não ficou das melhores, o batom já tava detonado na última foto, mas o que importa é que dá pra ter uma ideia e que eu amei. Meu cabelo acabou ficando um pouco desgrenhado, estava chovendo MUITO naquele fim de semana, Minas Gerais ficou debaixo d’água com força e cheia de tragédias, então fios fora do lugar foi um problema até leve que tive se comparado ao resto… Pra não ficar só a chapinha propositalmente amassada aproveitei que estava com uma mecha rosa escuro na parte mais “escondida” dele, fruto de alguns testes que venho fazendo, e fiz uma tiara de tranças coloridinha… Ela misturou rosa com amarelão (que é onde descolori mas não consegui passar a tinta) e preto, não dava pra entender muito bem o que tinha acontecido ali sem saber a história e o resultado tava DEMAIS! Pena que, de novo, vocês não vão ver direito, mas acreditem em mim, ok? Ok!

Leia também: Minha terceira tatuagem: nosso trevo de amigas-irmãs feito em janeiro de 2019!

Pensando aqui, agora, eu devia simplesmente PARAR de falar mal das minhas fotos de lookbook e aceitar que eu posto o que consigo e que é assim que tem que ser, né? Toda vez faço isso de destacar a parte ruim, por que não posso simplesmente deixar que vocês percebam o que é bom e ser feliz? Inseguranças: onde habitam, de que se alimentam(?), essa sexta no Luly Repórter! Por fim, só para constar, fica a informação de que o “título” desse look é o nome de uma das músicas da animação de 1997 “Anastasia”, filme favorito da Patiquinha… Sei lá, me soou pertinente.

Continue Reading
1 2 3 16