E se eu mudar pro litoral…

E se eu mudar pro litoral…

Ano novo batendo na porta, aquele misto de temor e empolgação com o que está por vir. Alguns preferem ver como uma passagem de dia como outra qualquer, mas o sentimento de renovação é tão convenientemente mais gostoso e inspirador que melhor apostar nele mesmo, já que tá no ar. Porém prometer é fácil e desejar mais ainda, mas renovar pra valer são outros quinhentos… Não tem sete ondinhas puladas, caroço de uva guardado ou calcinha de tom específico que funcionem sem que a gente tome as rédeas do destino, né? Será que não é hora de fazer jus à frase “ano novo, vida nova”? E se eu for atrás de novos ares, rostos, paisagens, endereço? E se for longe daqui, ou pelo menos um “perto distante”, que dá um certo medinho, mas não é medo suficiente pra paralisar total? E se eu mudar pro litoral?

E se eu mudar pro litoral...

Sei lá, tantas viradas dizendo “Esse ano quero voltar a estudar!” pra no próximo 31 de dezembro essa parte do currículo continuar igual… Já passou da hora de fazer uma lista de faculdades com mestrado em história da arte, tirar o projeto do Word e transformar ideias em publicação. Ou esquecer tudo o que me disseram sobre não poder dar aula e engatar uma pós na área, ensinar adolescentes com os quais eu lido tão bem a ver pinceladas além do material. E aí, quando não aguentar mais corrigir provas estar perto o suficiente pra ir sujar os pés de areia enquanto limpo a cabeça… Ir fundo em busca de tudo isso ou mesmo nada disso, já vale a pena passar a usar meus maiôs tão queridos sempre ao invés de vez em quando, pra deixar essas pernas menos brancas e estimular a famosa Vitamina D em local muito mais prazeroso que a janela do quarto… E a respiração funcionando bem mesmo nos dias sem chuva, ah, seria essa a maior das vantagens? A alta umidade relativa do ar é, pra mim, o maior sinônimo de qualidade de vida que existe na Terra, não é à toa que o chamamos Planeta Água!

Sim, vida é doce perto do oceano, mas também pode ser quente… Pra driblar o calor a solução está além do Trópico de Capricórnio, onde o verão permanece de luz, mas o inverno permite a coberta e chocolate quentinho. Algum lugar com cor e som, cercada de gente sorridente e de ilha não deserta. Fazer uma busca por Imobiliária em Balneário Camboriú, quem sabe, onde a vista vai poder ser apreciada na maior roda gigante da América Latina, dando aquele inchaço de emoção interno de saber “Cheguei, eu tô aqui!”. E aí, quando os amigos vierem de longe visitar, a gente faz o típico passeio por navios piratas da cidade, admira o Cristo Luz quando brilhar à noite, aproveita ao máximo esse azul de céu e chão presente pra todo lado e que faz do litoral um ambiente sagrado… Viver o deleite de transbordar sentimentos em uma cidade tão canceriana quanto eu: taí um gostinho que seria bom saborear!

Dizem que casa é onde nossa alma está, e isso cada pessoa tem seu jeito de arquitetar. Pra mim é a WiFi que conecta automaticamente, minha caixa de maquiagens sempre à mão, uma gata preta de laço cor-de-rosa no pescoço esperando animada na porta a cada vez que chego, não importa quanto tempo fiquei fora. É saber lidar com os “ques” e “quens” estão longe dos olhos, mesmo que perto do coração, porque precisei de ir atrás do meu próprio lugar. Afinal a vida floresce, seja lá onde tiver solo firme pra criar raiz… Mas, cá entre nós, se é pra falar de construir um lar, melhor ainda que seja perto do mar!

Um grande dia para escritoras

Um grande dia para escritoras

ler artigo
Eu não dei conta (mas ainda posso chegar lá!)

Eu não dei conta (mas ainda posso chegar lá!)

ler artigo
5 dicas para não deixar o cartão de crédito te afundar!

5 dicas para não deixar o cartão de crédito te afundar!

ler artigo

Comente este post!

  • Rebeca

    Oi Luly!! Muito legal o seu texto, me fez lembrar da minha cidade Floripa, bem pertinho de Balneário Camboriú.. Se eu pudesse opinar, eu diria se joga.. pra todas as alternativas, a pós, dar aula, a praia!! Somente quando tomamos ação quanto a algo que queremos é que mudamos os nossos desejos de final de ano. Bora sair da inércia!! Gostei do seu texto. Beijo =)

    responder
  • Gil

    Seria meu sonho ficar perto do mar nesse calor que tá fazendo? Já tem mais de 1 ano que eu não sei o que é praia.

    responder