Desnorteada

Desnorteada

De acordo com o Dicionário inFormal, a palavra “desnorteada” significa que se desnorteou, que está perdida, desequilibrada, confusa ou até mesmo insegura. Estar “sem norte” é o mesmo que estar sem direção ou rumo, sem saber para onde ir e até mesmo o que fazer em seguida. E foi assim que eu me senti nas duas semanas que meu site e, consequentemente, o blog ficaram fora do ar.

Eu já disse várias vezes, em posts ou ao vivo, que escrever aqui é uma coisa que eu não sei ficar sem saber, que não existe para mim mais isso de desvincular a “vida real” do que eu vou produzir pra cá depois, “blogar” é tão natural que às vezes eu nem percebo que estou fazendo isso, mas só fui entender pra valer o quanto esse sentimento é forte agora. Já passei por várias fases em que me faltou tempo, inspiração e até mesmo vontade de postar, mas a IMPOSSIBILIDADE fez com que tudo saísse do lugar na minha vida. Nos últimos dias eu tentei abrir o Word em diversos momentos pensando em já ir adiantando as coisas (o BEDA tá chegando!) e mesmo que soubesse exatamente o que precisava digitar, eu não o fazia. E olha que nas vezes em que fiquei sem internet era assim que as coisas funcionavam por aqui, mas agora não sei explicar, simplesmente não deu, nem visitar o blog de outras pessoas ou fazer “textão” no Facebook eu conseguia. Saber que ele não estava aqui e nem em lugar nenhum tirou meu chão e nada disso não faz nenhum sentido na minha cabeça, mas foi o que aconteceu. E aí eu percebi que existe uma grande possibilidade de eu continuar escrevendo aqui para sempre, sem medo da força absurda que essa expressão têm. A menos que eu me torne uma pessoa completamente diferente da que sou hoje, praticamente o oposto, o Sweet Luly vai estar comigo sendo meu blog de um modo ou de outro, seja o que for que a palavra “blog” signifique daqui a 5 ou mesmo 50 anos. O mais importante no momento é que estou de volta e doida pra ficar o fim de semana inteiro com os dedos correndo que nem loucos em cima desse teclado tirando todos os atrasos possíveis que tive nessa fase de abstinência!

6on6_01jan_02

O resultado do sorteio de aniversário saiu dia 19 lá na fanpage do Facebook. Obrigada a todos os que participaram, foi uma DELÍCIA poder dividir esse momento com vocês e já tô querendo fazer mais um com algum outro caderninho de temática diferente, só não sei qual ainda, cês topam ou nem?

Um grande dia para escritoras

Um grande dia para escritoras

ler artigo
Eu não dei conta (mas ainda posso chegar lá!)

Eu não dei conta (mas ainda posso chegar lá!)

ler artigo
O Sorriso de Mona Lisa, Katherine Watson e eu

O Sorriso de Mona Lisa, Katherine Watson e eu

ler artigo

Comente este post!

  • Lulu

    Seja bem-vinda de volta. Fiquei assim semana retrasada quando fiquei na mão sem meu computador.
    Aos poucos a vida volta ao normal.
    big beijos

    responder
  • Katarina Holanda

    Acho que todas nós passamos por esses momentos, mas eles passam!! Fico feliz que você tá de volta <3

    responder
  • Kelly Mathies

    Esses momentos tenho o costume de chamar de cansaço mental rs. A gente simplesmente não consegue focar nas coisas, nem criar um bom conteúdo. Tudo irrita, tudo incomoda, nada tá bom. Mas eles são ótimos para nos fazer respirar. Felizmente passam e tudo fica bem novamente ?

    responder
  • Carol

    Já passei por momentos assim, acho que todos nós passamos!
    Bom que você voltou!
    E outra coisa que não poderia deixar de comentar é que amei a sua foto do perfil!

    Beijos

    http://www.senhoritamarmelada.com/

    responder
  • Juliana Araújo

    Me indentifiquei <3. Aqui no Nordeste se usa mais a palavra DESORIENTADA mesmo hehe. Também passei por uma fase de abstinência, e não consegui escrever nada, por isso achei melhor respeitar e dá uma pausa. Dependendo do assunto consigo escrever com sinceridade e isso ocorre de forma tão natural, que acho que sou blogueira por instinto, rs. Também tô me preparando para o BEDA, um dia desses consegui escrever 3 post num único dia, estou passando 2 dias sem preparar nenhum, mas estou me respeitando! Enfim, estou buscando um norteamento 🙂
    Beijo

    responder