De repente… 30!

Bateu meia noite e abri o painel do WordPress pra falar sobre o que me vier na cabeça, sem planejamento, só celebrar, mesmo, que hoje completo minha 3ª década de vida. Recentemente passei por um processo de reler diários (e posts) antigos com o intuito de ter um material legal pra retrospectiva que fiz no Instagram, o #TBLuly, onde passei um mês inteiro postando sobre cada ano da minha vida de forma completamente egocêntrica, mas engrandecedora pessoalmente… Minha memória é MUITO boa, e ainda assim me redescobri de tantas formas que não tem como resumir, e nem preciso. Pessoal demais, sabe? Aí lembrei o quanto esse blog foi e é importante pra mim não só produzindo conteúdo, mas também registrando minha vida, já que faço isso aqui desde a adolescência, e decidi que não podia deixar de fazê-lo dessa vez. Então aqui estamos, celebrando meus 30 anos.

De Repente... 30!

Prometi que não usaria o clichê “De Repente 30” no dia do aniversário porque, gente, NÃO FOI DE REPENTE! Chegar aqui foi longo demais, louco demais, deveras mutante. Sendo sincera tô desde os 28 falando que tenho 30 porque não aguentava mais ter “vinte e tantos”, de tão demorados eles foram. Queria virar isso logo! Aí descobri o famoso Retorno de Saturno, onde estar ao redor de “vinte e nove e meio” significaria maturidade e plenitude como adulta, abracei a ideia com todo fervor, sabe, eu realmente gosto de envelhecer, acho bem melhor do que não viver, e eis que foi uma droga. Tropecei tanto nesse meio de caminho que ainda estou curando os joelhos ralados que acabei ganhando numa queda ou outra, mas como ser adulta é algo que AMO, tive que aceitar que preciso fazer curativos sozinha, pedindo ajuda somente (mas sempre) quando necessário. Então o faço.

Talvez o problema tenha sido ir com muita sede ao pote, mesmo.

Quatro anos atrás fiz uma lista 30 coisas para fazer antes dos 30 no blog e dei uma olhadinha nela pra marcar o que rolou, nenhuma surpresa em ver que a maioria das coisas não foram concretizadas. Algumas das mais importantes sim, mas poucas foram “riscada” nessa conferência. É que nesse meio tempo as prioridades mudaram TANTO! No último ano o que eu mais queria era chegar aqui já no mestrado, algo que antes estava fora de cogitação, não consegui, mas por outro lado os cabelos rosa tão desejados no último semestre vieram bem na véspera, ante ontem, me fazendo TÃO FELIZ que parece risível que eu achava que o que causaria isso seria colocar silicone. A única pessoa que pode determinar quem serei aos 30 sou eu mesma, AGORA, mais ninguém, nem o eu de outras idades. Esse será meu conselho balzaquiano, o levem pra vida!

Agora já tá chegando a outra meia noite, a que encerra “meu dia”, porque isso aqui foi tão “de momento” que tive que parar pra decidir o que fazer. E, oh, mesmo no meio da pandemia tive o melhor de todos os aniversários, e passei a gostar do título que escolhi pro post, nas suas primeiras 24 horas trinta foi, pra mim a idade do sucesso. Não monetário ou profissional, nem nada, mas pessoal, tendo mais uma vez a certeza de que acertei em cheio ao escolher as pessoas que teria comigo aqui, na minha vida. Elas fizeram esse “Dia da Pizza” tão sensacional que é até triste que eu esteja o sujando com um texto tão raso e bobo. Terei que me desculpar comigo por isso depois…

… ou, ah, melhor não. Sou canceriana demais pra barrar o que sinto (e crente demais do meu Mapa Astral pra não cita-lo), então que bom que deixei fluir, sair, deixar de ser ser só meu e ficar registrado pra relembranças das décadas futuras. Preciso aprender a ser menos exigente comigo mesma, então que comece agora, na chegada do meu Feliz Ano Novo! Era pra ser sem planejamento e assim foi, porque na vida, cá entre nós, é como acontecem diversas das coisas maravilhosas pelas quais vale a pena viver. Um beijo, se você leu, e agora pra fechar celebrando, e rimando, não posso deixar de dizer: viva eu!

Talvez você goste também de:

7 Comments

  1. Oi, tudo bem?
    Primeiramente quero te desejar muitos anos de vida, muita saúde e paz e que esse novo ciclo que está se iniciando pra ti seja melhor que o anterior. <3
    E sobre os 28, eu estou com 28 e fico falando que tenho quase 30. Pra mim é bem estranha essa idade, não sei dizer muito bem o porquê, mas é. Quando fiz os 28 muitos pensamentos mudaram sobre várias coisas, situações e pessoas, acredito que nos 30. Isso que tu fez de abrir o editor e começar a escrever sem planejamento é tão gostoso, porque flui de uma maneira diferente.
    Gratidão por ter visitado meu blog.
    Beijos

  2. Eu acompanhei a contagem no seu insta de adorei saber um pouco mais sobre você e sobre como foi cada ano da sua vida. Muito legal, mesmo! Esse negócio de x antes de x é mais sobre o divertimento de fazer listas, sonhar e planejar a vida (mesmo sabendo que a vida não funciona assim) do que concretizar, realmente. Mas como é legal, a gente faz mesmo assim (esses dias eu mesma montei uma de 40 coisas antes dos 40 mesmo faltando quase 20 anos para eu alcançar essa idade e eu amo a falsa sensação de “estar no controle” que essas listas causam, hehe).

    Enfim, parabéns atrasado e que venham muitos mais anos de vida! Viva você!

    Au revoir ?

  3. Meninaaaa, primeiramente meu parabéns por mais um ano de vida e que você viva muitos anos ainda ?
    Eu acompanhei um pouco pelo instagram sua evolução e é tão bom a gente conseguir olhar pra trás e ver o quanto evoluimos, pensar em todos perrengues da vida que nos fizeram chegar até aqui… aiai
    E sobre a lista de x antes de x eu tbm fiz uma e fui conferir esses dias e percebi que só risquei duas ou três coisas de lá, acontece hahaha.
    Mais uma vez meus parabéns ?

  4. Aaaaaaaaaa eu particularmente amei o título “de repente 30” hahahahhaa TUDO! Mas enfim, meus parabéns. Te desejo todo o sucesso e tudo de bom na sua vida. E eu amei a frase que você colocou no final “Viva eu” Hahah. Maravilhosa!

  5. Ah que linda, parabéns! Quero te desejar muito sucesso, saúde, paz, felicidade e que Deus esteja sempre abençoando você e te ajudando em tudo que precisar. Sou cristã e acredito que quanto mais pensamentos positivos e coisas boas desejamos para os outros, mais retorno de coisa boas temos para nossas vidas.
    Eu completei trinta anos dia 08 de julho mas, como meu blog é literário eu não quis escrever um posto sobre meu aniversário nele, sou muito tímida quando o assunto é falar sobre mim. Eu não tenho problemas com envelhecer, nunca gostei muito de comemorar aniversário porque, eu queria comemorar em grande estilo e a falta de dinheiro não deixava mas, hoje eu percebo que os melhores aniversários que eu tive foram aqueles que passei com a minha família e os meus amigos.

    Viviane Almeida
    Resenhas da Viviane

  6. Luly trintou! Parabéns (atrasado, mas o que vale é a intenção, hehe), tudo de bom pra você garota! Nossa, sempre que olho posts de “x antes dos x” que já escrevi no passado rola uma decepção, mas hoje em dia eu não construo mais esse tipo de meta. Afinal a vida dá cada volta… Quem diria que teríamos uma pandemia nesse ano, por exemplo? Estragou vários planos que eu tinha, hehe
    Enfim, espero que essa nova fase seja incrível pra você <3 trinta é sim a idade do sucesso!

  7. Luly, que texto lindo!
    Eu amei a sua sequência de fotos no Instagram e não achei nem um pouco egocêntrica…achei uma celebração à vida, aos anos, posts nostálgicos pra você e quem te conhece há um tempo, e uma forma de quem só te conhece de longe (eu!) poder te conhecer melhor.
    Amei o texto, principalmente o “A única pessoa que pode determinar quem serei aos 30 sou eu mesma, AGORA, mais ninguém, nem o eu de outras idades.” Isso é tão verdade, né? O tempo passa, a gente cresce, amadurece, nossas prioridades mudam…isso é doido. Só os sonhos grandões que costumam se manter ao longo dos outros, mas outras metas que antes pareciam ser tão importantes, passam a não ser mais tão importantes assim, né?

    Mais uma vez, parabéns pelo seu aniversário!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *