Último dia

Último dia

Naquela época, no auge da infância, a gente nunca ia imaginar que eu tinha as cordas vocais ferradas, então minha professora me escolheu como um dos alunos que faria parte do coral comemorativo de 50 anos da escola. Eu sei, hoje em dia é até engraçado imaginar isso, mas foi o que rolou, por mais incrível que possa parecer. Fizemos a primeira apresentação na festa de aniversário e depois, por que não, eles resolveram manter aquele grupo de alunos em outras apresentações, como o Auto de Natal e, nos anos seguintes, festas juninas e qualquer outra ocasião que houvesse para a gente cantar.

Gravamos cds, cantamos em recepções de seminários, festas no shopping e aberturas de agências bancárias e, a cada nova apresentação, eu amava mais e mais fazer parte do coral. Meu amigos foram cansando depois de dois anos, mas eu continuava firme e forte, tendo que ir para a escola em horários fora de aula pros ensaios e levando a família toda pras apresentações. Era engraçado porque à medida que o tempo foi passando eu era uma das mais velhas da turma, mas continuava nas primeiras fileiras porque pequenininha daquela jeito tinha que ficar entre os mais novos e mais baixinhos. Porém, como tudo o que é bom dura pouco, na quarta série a primeira fase do Ensino Fundamental acabou e eu tive que sair da escola, deixando de fazer parte também do coral. Naquele ano eu me preparei pra cada apresentação com mais e mais alegria e no dia da última delas, o Auto de Natal de 2000, TODO MUNDO foi pra escadaria da escola me assistir cantando pela última vez. Eu nunca esqueço que eu e uma amiga (que é filha de uma amiga da minha mãe) nos arrumamos juntas lá em casa e até passamos uma sombra brilhosa nos olhos, que fomos descobrir depois que na verdade era purpurina para usar no papel, e não no rosto. Mas a gente não ligou, não. Coisa de criança né?

Ao final da apresentação eu chorei. Primeiro porque eu choro mesmo, sou a pessoa mais chorona que já existiu nesse mundo, e segundo porque estava tendo que me despedir da minha escola querida, meus amigos queridos e meu coral querido. Mas depois que as lagriminhas acabaram a gente se divertiu até… Acho que criança “supera” essas coisas com mais facilidade e, bem, a gente ia comer pizza naquela noite, não tinha muito do que reclamar, né? Mas uma coisa eu fiz questão de fazer antes de ir embora e o Rodrigo, que também estava “formando”, concordou comigo: nós tínhamos que pisar na grama da fachada da escola, aquela grama que era proibida para todos os alunos, uma vez que não estudávamos mais lá e ninguém poderia chamar nossa atenção. E foi ali, naquela grama, que tiramos uma foto celebrando aquela data “especial”.

Olha, eu até tentei participar do coral da minha nova escola, mas como foi a ÚNICA aluna a fazer isso não deu muito certo e cancelaram a ideia. Me colocaram pra ser backing vocal da banda que os meninos do Ensino Médio tinham montado e era isso aí, foi minha última experiência como cantora da vida (para o bem de nossos ouvidos). Mas foi uma fase que rendeu várias histórias saudosas e uma das fotografias favoritas que temos da infância, desrespeitando regras e sendo aplaudidos por isso!

Creative Writing Prompts 02
Rodrigo (irmão da Pati), Daninha (minha irmã), Patiquinha (nossa melhor amiga-quase-irmã) e eu, no nosso momento *vida loka*. Porém não sigam nosso exemplo pois pisar na grama é feio e faz mal pras plantinhas, ok crianças? Ok!

Esse post foi inspirado na proposta #02 do Creative Writing Prompts, que oferece mais de trezentas ideias legais para desenvolver sua escrita criativa. É o entre os 25 que me propus a escrever até outubro de 2018!
Nesse específico eu tive que expressar em apenas 10 minutos todos os sentimentos que essa foto me trouxe, então me perdoem pelo texto meio sem nexo, achei melhor publicá-lo assim mesmo porque essa que é a graça do negócio, né, se fosse arrumar demais ou censurar o resultado perdia todo o sentido. Só finalizei e revisei mesmo!

O que serei agora…

O que serei agora…

ler artigo
Um grande dia para escritoras

Um grande dia para escritoras

ler artigo
Eu não dei conta (mas ainda posso chegar lá!)

Eu não dei conta (mas ainda posso chegar lá!)

ler artigo

Comente este post!

  • Gabriela Gomes

    Eu não participava de coral, mas quando tinha apresentações no colégio todas crianças eram meio que obrigadas á cantar kk Teve uma época que eu gostava, lá pelos 9, 10 anos. Depois percebi o quanto eu cantava mal e deixei isso de lado kk Adorei o texto, ficou ótimo!
    http://www.espacegirl.com

    responder
  • Lorraine Faria

    viu, acho que a gente vai ter que disputar essa vaga para ser a mais chorona do mundo ein? pq eu sou muito boa nisso também 😀 hahahaha e sobre coral, sempre achei o maximo e nunca participei :(((

    responder
  • mary micucci

    Nunca participei de nada no colégio, morria de vergonha! hahahaha
    http://marymicucci.com

    responder
  • Clay

    HAHAHAHAHAHAH
    Pensando aqui na época em que eu fui tentar entrar para um coral, mas meus amiguinhos de classe disseram que eu cantava tudo errado e tinha a voz feia.
    Pior trauma, pior verdade haihauihiuauah

    responder
  • PATTY LYE

    Ahahah adorei a foto celebrando o momento que não estudavam mais lá!
    bjs!
    Patty Lye
    http://www.PattyLye.com.br

    responder
  • Thay

    Que bonitinha, Luly! Essas lembranças de criança até deixam o coração quentinho, é uma nostalgia tão boa que dá vontade de voltar no tempo e revistar aquele momento nem que seja por pouco tempo. Nunca participei de coral (pelo bem dos ouvidos de todos, hahaha) mas na época do ensino fundamental vivia participando das atividades da escola, tipo clube de países e procissão para Nossa Senhora (até me vesti de anjinho algumas vezes, hahaha). Tão gostoso lembrar disso! <3
    Um beijo!

    responder
  • hellz

    aaaaw, o mais fofo foi a foto no fim do post!

    Devia ser memso muito divertido fazer parte desse coral, além do fato de que vocês deveriam se sentir verdadeiros popstars! Sempre gostei de brincar de fazer show, imagina a magia de fazer shows de verdade?

    beijo
    beinghellz.blogspot.com

    responder
  • Bianca

    Nossa, nem parece que o texto foi escrito só em 10 minutos, ficou ótimo! Adorei a foto, eu nunca participava de nada na escola porque tinha vergonha, só participei de algumas danças porque era obrigatório hehe.
    Beijos

    responder
  • Carla Profeta

    Amei a história, sempre tive vontade de participar de um coral…na vdd ainda tenho, mas continuo com o mesmo problema: vergonha! Isso é um mal que atrasa a vida mesmo rsrs

    foto mais fofa e significativa <3

    bjos!!

    responder
  • Jéssica || Fashion Jacket

    Adoooorei o texto! Eu participava do coral na escola hahaha

    Beijos ?

    Jéssica || Fashion Jacket
    http://www.fashionjacket.com.br

    responder
  • Carol R.

    Eu participava do Coral da escola, como eu amava
    bjs

    responder
  • Julie Chagas

    Eu também fazia parte do coral da minha escola e eu adorava cantar! Hihi

    responder
  • Cris

    Nossa, participar de um coral deve de ser muito legal! *-* Nunca tive essa oportunidade e hoje não tenho coragem de participar hahahaha Aogra, sobre sair da escola e fazer algo que não podia antes, nossa, eu não consegui fazer isso hahahaha Eu lembro de eu mesma sugerir matar aula no final do meu terceiro ano do ensino médio. No dia que marcamos todo mundo foi, menos eu hahahah e olha que eu já tinha passado de ano, mas minha consciência não deixou hahahaha
    Beijos! =**

    responder
  • Simone

    Gostei muito do texto, me fez lembrar minha época de escola
    http://www.charme-se.com/

    responder
  • Maki

    Uau, eu gostei muito de conhecer um pouquinho da sua infância, achei o texto muito bem escrito, parabéns pela iniciativa, adorei. Não sei se seria capaz de fazer algo assim, rápido e bem feito ^^

    Beijão e boa semana!
    Maki & Vana
    http://cafezinhodasamigas.blogspot.com.br/

    responder
  • Juliana

    Ah… que fofura… adorei essa proposta…
    É tão divertido conhecer essas “intimidades” das blogueiras… eu não sei cantar, mesmo! Coitado de que me ouvir no chuveiro! hauhauah
    Está super bem escrito seu post! Parabéns!

    responder
  • Taís

    Que história mais fofa e ainda com essa foto pra ilustrar!
    Eu no seu lugar super choraria também, ainda mais com todo esse sentimento rolando no momento. Deve ter sido tão lindo e bem especial, uma recordação que tu vai carregar pro resto da vida <3

    responder
  • Vanessa Bayer

    Amei a ideia do post e amei essa fofura de foto, hahah. Nunca participei de nada na escola, exceto quando eu era obrigada. Nunca gostei muito de publico, eu travo demais. ): Adorei o texto. Um beijo grande <3

    responder
  • Maíra

    Lindona <3
    Vc conseguiu achar a série Smash? infelizmente como foi cancelada, não passa em nenhum lugar, mas a primeira temporada tem no netflix 🙂

    que lindo isso luly! adorei essa ideia, acho que é super bacana escrever assim, sem filtro, ou sem ter que ficar pensando se aquelas palavras estão boas ou não, a ideia de escrever assim já fiquei super interessada e como eu amo escrever né? ahahhaha Acho que vc pode me dar a mão e saimos juntas por ai, porque eu sou chorona também, aliás, muito hahahahhaa

    adorei a sua história, a foto, achei tão fofinho sabe, e pisar na grama, eu já fiz isso ahahahahhaha
    beijinhos :*

    responder
  • Dani Guedes

    Aneim gente, que foto mais linda. Momentos “vida loka” são sempre bem vindos rsrs. Nunca participei de coral, participada de grupos de teatro, mas acabou que minha carreira nos palcos ficou lá atrás na época de colégio rsrs. Gostei muito da forma natural que escreveu, e concordo que se tivesse deixado “perfeitinho” demais perderia a graça. A ideia a qual o post foi inspirado eu não conhecia, mas ireia dar uma olhadinha, vai que me inspira também.

    Beijos e um cheiro linda
    Dani Guedes

    responder