Amor Garantido

Amor Garantido (Love, Guaranteed) *****
Amor Garantido Elenco: Rachael Leigh Cook, Damon Wayans Jr., Sean Amsing, Lisa Anne Durupt, Heather Graham, Caitlin Howden, Brendan Taylor, Jed Rees
Direção: Mark Steven Johnson
Gênero: Comédia, Romance
Duração: 90 min
Ano: 2020
Classificação: 10 anos
Sinopse: “Para salvar seu pequeno escritório de advocacia, Susan decide aceitar o caso de Nick, um novo cliente querendo processar um site de namoro que garante o amor. Mas, conforme o caso esquenta, a relação entre eles também segue o mesmo rumo.” Fonte: Filmow.

Comentários: Susan é uma advogada que mantém um pequeno escritório, contando apenas com dois funcionários. Ela é competente e tenta ser correta ao ajudar as pessoas com seu trabalho, o que nesse mundo louco em que vivemos significa que está com muita dificuldade de manter a si mesma e seu negócio financeiramente. Em meio a todo esse desespero uma grande chance surge em sua vida quando Nick aparece querendo processar o site de relacionamentos “Amor Garantido”, que GARANTE aos clientes que ali encontrarão sua “alma gêmea” em menos de 1000 encontros. Ele, porém, já está quase atingindo essa marca e ainda não conseguiu achar alguém interessante, então a contrata para conseguir uma boa indenização em dinheiro, uma vez que a criadora do site é uma empresária famosa por ser super “good vibes” e riquíssima. Ela, então, entra também nesse universo, como parte da pesquisa de campo para ganhar o caso.

Com a mensagem bem superficial de que não há garantias no amor e casal de protagonistas com excelente química, o filme lançou na Netflix no último 3 de setembro, quinta feira, como uma comédia romântica que explora os tão contemporâneos sites e aplicativos de relacionamento, que dividem opiniões dos usuários ao redor do mundo. Ao mesmo tempo que a relação dos personagens se desenvolve, a advogada Susan vai descobrindo esse novo mundo. Ela vivencia vários tipos de encontro enquanto tenta entender como esse estilo de vida funciona, a maioria deles resultando em esteriótipos negativos, mas engraçadinhos, da prática. Os positivos, por sua vez, aparecem para ela ao entrevistar as mulheres com quem o cliente saiu anteriormente, fazendo-a questionar como ele não conseguiu encontrar alguém que gosta e descobrir uma pessoa interessante por trás da imagem de “garanhão” que criou dele em sua mente.

Imagem do filme Amor Garantido retratando uma cena de júri onde a advogada Susan está sentada à direita de seu cliente, Nick.
Amor Garantido: Imagem via Webbies World

Uma coisa que achei meio deslocada na história foi o núcleo da família da irmã da Susan, grávida de um novo bebê e moradora na casa ao lado com marido e filho. A princípio achei que iam explorar o clichê “minha irmã que encontrou o amor e se dedica à família é mais feliz que eu enquanto só penso no trabalho” e já fiquei pé atrás porque DETESTO esse ponto de vista, acho super sexista firmando aquela ideia de que mulheres que não se casam e/ou reproduzem são incompletas, mas felizmente isso não aconteceu, o que ao mesmo tempo deixou esse grupo de pessoas meio “solto”. Talvez tenha sido para servir de voz conselheira dela, uma vez que o Nick tem essa figura em outro personagem, ou para não parecer que ela é uma pessoa isenta de conexões pessoais, mas de modo geral esperei por algum desenvolvimento, e não aconteceu.

Leia também: Quase Uma Rockstar

Já que falei em clichê, o filme é isso do início ao fim. Não tem NADA nele que surpreende, assim que você assiste ao trailer já sabe como vai ser começo, meio e fim. Quando chegou no clímax até pensei que talvez teria uma surpresinha para o expectador, que seria o “esperado” para as personagens, mas foi o contrário, mesmo. Se isso é bom ou ruim, cabe a quem está assistindo decidir. Ao mesmo tempo que pode ser um entretenimento leve, aquele filme que você assiste enquanto prepara os ingredientes pro almoço ou faz um trabalho manual que é bom ter alguma mídia de “som ambiente” ao fundo, não é realmente algo revolucionário que entra pra lista de filmes que trazem grandes ensinamentos na vida de quem assiste. A trilha sonora, por fim, é a parte mais gostosa, contribui pra dar o tom tanto nos momentos fofos quanto nos engraçados, cruciais para a construção de qualquer comédia romântica.

Trailer:

Talvez você goste também de:

5 Comments

  1. Eu ia comentar isso mesmo Luly, que o filme tem cara de ser bem clichêzão, do início ao fim. Esse gênero (comédia romântica) já não é muito a minha praia, então acho que vou passar longe… Beijo, beijo :*

  2. Luly assisti esse filme após duas tentativas frustadas de assistir um filme bom. Enfim foi um mais ou menos, hahahaha gostei da tematica moderna como mencionou, porém achei bem clichê, tinha dado um tempo em comédia romântica então…
    Beijos

  3. Adorei esse filme! Dei muita risada! Achei fofo, clichê, completamente previsível. Não é o tipo de filme que se assista duas vezes, mas indico pra todo mundo que desejar curtir um filminho clichê e divertido.

  4. Esse filme é mesmo um baita clichezão, mas até que eu curti. Achei algo bem pra relaxar, dar umas risadas aqui e ali. Ótimo pra distrair a mente nesses tempos caóticos, a meu ver.
    Beijinhos e boa semana.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *