Natal Mágico do “Wizarding World” no Minas Shopping

Grande decoração em formato de uma locomotiva vermelha, o Expresso de Hogwarts, posicionada em um tablada branco cercada de árvores de Natal e, na parte da frente sentada sobre ela, está Luly Lage, com um blusa da Casa Grifinória da cor do trem, calça jeans, máscara de proteção preta, óculos de grau e os cabelos cor de rosa soltos e longos.

Dois anos atrás alguns conhecidos do Potter Club BH foram até São Paulo conferir a decoração de Natal temática de Harry Potter, oficial do Wizarding World, que estava no Complexo Tatuapé. Pelas fotos vi que estava lindíssimo, fiquei até curiosa com o visual ao vivo, então no meio de outubro, quando recebemos um convite do Minas Shopping para fazer algumas ações de publicidade no Instagram divulgando tanto a decoração que esse ano está aqui, quanto um evento infantil no Halloween, ficamos muito felizes! Primeiro vivi um baita dilema, porque com minhas muitas críticas à J.K. fiquei me sentindo meio hipócrita, mas vários amigos usaram o argumento “melhor você do que alguém que ‘passa pano’ pra ela”, e somando isso ao fato de ser uma chance muito grande pra perfis do tamanho dos nossos… Eu, Gil e nosso Potter Club embarcamos no Expresso de Hogwarts outra vez!

Psiu! Pres’tenção! As ações de publicidade para o Halloween e Natal do Minas Shopping foram realizadas no Feed e Stories dos perfis @lulylage, @uai.gil e @potterclubbh, além de alguns anúncios no nosso grupo de Whatsapp. Não havia, porém, nenhum tipo de combinado sobre esse post no blog, que estou fazendo para deixar registrado, mesmo, sem qualquer tipo de retorno financeiro.

Antes mesmo de morar em Belo Horizonte, quando vinha pra cá visitar meus avós, o Minas já era um shopping que eu AMAVA visitar no Natal! Lá tem uma “praça de eventos”, bem no centro do andar térreo, onde montam decorações e atividades de forma que você consegue ver o que tá rolando de qualquer andar, a criançada adora! É realmente o lugar ideal pra ter esse tipo de ação em Belo Horizonte. Nesse espaço está montado o grande tablado branco com as réplicas de lojas da Vila de Hogsmeade, cercada de árvores de Natal decoradas de bolas douradas, estrelas e as velas características do mundo mágico. Bem na entrada do cenário, a enorme locomotiva do Expresso de Hogwarts é a grande atração pras fotos da decoração, uma reprodução que mesmo em papelão dá aquele apertinho de nostalgia em quem sempre sonhou em poder embarcar nela quando criança.

Vista da vila decorativa em close na grande locomotiva vermelha representando o Expresso de Hogwarts, cercada de árvores de Natal.

Vista da vila decorativa onde estão visíveis uma grande árvore de Natal que há sobre uma área de interação para crianças e as réplicas das lojas Casa de Chá e Zonko's

Vista da vila decorativa onde estão visíveis as réplicas das lojas Dedos de Mel e Correio Coruja, com a entrada fechada de uma loja da Samsung ao fundo.

Vista da vila decorativa onde estão visíveis enfeites de Natal, as réplicas das lojas Casa de Chá e Zonko's, além do Expresso de Hogwarts ao fundo

Eu não sei o que as pessoas esperam ou imaginam quando ficam sabendo que algo assim está acontecendo, às vezes sinto que as expectativas são de ver um parque temático espremidinho dentro do shopping… Mas, pra mim, ficou realmente muito legal – e olha que eu tenho um bom histórico de eventos de Harry Potter no currículo, hein! As fachadas das principais lojas (Zonko’s, Casa de Chás da Madame Puddifoot, Correio Coruja e Dedos de Mel) estão super parecidinhas com as que vemos nos filmes, também decoradas com pisca-pisca e outro elementos natalinos. Se você andar pelos corredores do shopping em volta da área vai ver a parte de trás das lojas bem bonitinhas, com todo um cuidado de todos os lados, ao longo de todo ele as árvores mantém os mesmo enfeites e as lojas com produtos licenciados da saga apresentam aviso na porta.

Aliás a própria arquitetura do shopping contribui, e MUITO, para o visual dessa decoração, como se fossem feitas uma pra outra! O telhadinho de vidro em forma de triângulo, em alusão à bandeira de Minas Gerais, lembra super a primeira cena em que a estação de King’s Cross aparece nos filmes, e um grande relógio que tem ali do lado, no alto da escada, um símbolo do shopping, reforça esse visual. É uma coisa que todo mundo com quem conversei sobre, nas duas vezes em que estive lá, comentou. De dia a luz entra direto por ali e à noite reflete a iluminação da decoração, então de qualquer forma é um céu brilhante natural, mas que poderia facilmente ser mágico.

Fechada da lojas de doces Dedos de Mel, em tons de rosa e verde, com alguns doces figurativos de papelão nas vitrines.
Dedos de Mel
Fechada da casa de chá da história de Harry Potter, que tem tons suaves, principalmente cor de rosa, e simulação de xícaras e outros adereços para chá também em papelão.
Casa de Chá da Madame Puddifoot
Detalhe da fachada da Zonko's, que tem cor avermelhada com o nome da loja e janelas acima da porta.
Zonko’s

Mas decoração de Natal sem diversão pra criançada não tem graça, né? Pois tem também! Na madrugada dos dias 30 e 31 de outubro aconteceu um evento para 30 crianças e seus responsáveis, uma Escola de Magia que tinha até um pequeno cenário à parte, duas lojas que não fazem parte do pacote original e estavam super lindinhas. Nós também cobrimos essa ação e é uma pena saber que tiraram esse pedacinho depois dela, mas não significa que ficou sem nada. Cenário com vassoura pra tirar foto e capa da invisibilidade em chroma key pra gravar vídeo “desaparecendo” complementam a diversão, além de pontos interativos na vila onde realizar feitiços e até um coreto com ilustrações para colorir. Um fim de ano bruxesco pra ninguém botar defeito que vai ficar lá até o dia 6 de janeiro, então quem aí não viu corre pra ver e se emocionar!

Foto onde estou em um cenário onde há o castelo de Hogwarts ao fundo, onde há uma vassoura de corrida em tamanho real, na qual me encontro montada simulando pegar um pomo de ouro no alto.
Um dos cenários interativos, onde era possível tirar foto voando em uma vassoura de corrida.
Foto onde estou ajoelhada ao lado de Gabriel Rocha, um garoto de 10 anos vestindo blusa bicolor do evento realizado no Minas Shopping e calça jeans, e Gil, com blusa escura do castelo de Hogwarts e calça mostarda, também ajoelhado. Os três estão usando máscaras de proteção pretas.
Com o Gabriel, que tem um perfil de colecionador super legal no Instagram, e Gil, durante as ações da Escola de Magia.
Fechada da Dedos de Mel, verde com rosa e com vários doces de papel nas vitrines, e eu em frente, de braços abertos e expressão sorridente.
As fotos do ambiente vazio, incluindo essa em que estou sem máscara, foram tiradas horas depois do shopping ter fechado, quando não tinha mais ninguém (além de mim e do Gil) no andar.
Continue Reading

Rapidinhas de Novembro

Foto de Arwen, uma gata preta de porte grande, pelos curtos e olhos amarelos, sobre uma cama enrolada em um cachecol vermelho e dourado da casa Grifinória. Ela usa também uma coleira vermelha e ao fundo há uma coruja branca de pelúcia e algumas almofadas pretas, desfocadas.

E dezembro praticamente chegou, acho que não preciso nem me alongar em como ano voou, etc etc etc, porque TODO MUNDO tá com essa sensação de que nem viu 2021 passar, né? Enfim, novembro foi um mês BEM importante pra mim, que me libertou de algumas coisas e está ajudando a me “prender” a outras – e tudo é bom! E já que estamos nessa de fazer as Rapidinhas aka resumo do mês nos últimos tempos (e pensando em manter mesmo quando eu voltar pra postar coisas pra valer, porque lembrei que gosto pra caramba), tá na hora delas, contando pra vocês e pra mim mesma do futuro, que um dia vai reler isso aqui, mostrando o que, entre o bom, foi o melhor.

Foto de um tablet onde se vê uma cena do filme To The Bone: O Minimo Para Viver, representando uma consulta do médico interpretado por Keanu Reeves conversando com sua paciente, interpretada por Lily Collins, sentada em uma maca de frente para ele.

Começando por mais uma participação minha na mybest Brasil, que dessa vez me chamou para falar, ao lado de outros 10 criadores de conteúdo, sobre meu filme favorito disponível na Netflix e, claro, o motivo! Escolhi meu original favorito da plataforma, To The Bone: O Mínimo Para Viver, que conta a história de uma adolescente que sofre de anorexia nervosa, abordando o tema de forma muito melhor do que a maiorias das outras mídias, que costumam minimizar de forma bem irresponsável os problemas dos transtornos alimentares. Na época do lançamento, quando assisti, fiz um post bem legal sobre aqui no blog, falando não só da trama mas também sobre como ela me afetou profundamente por me fazer cair na real que meus transtornos eram mais profundos do que eu queria admitir. Pra ver essa e outras sugestões que rolaram por lá é só correr no https://mybest-brazil.com.br/20622!

Agora se preparem pra muito blá-blá-blá sobre Harry Potter nessas Rapidinhas, DE NOVO! Hahahaha!

Itens inspirados na série Harry Potter sobre um fundo cor de rosa: carta de Hogwarts em envelope bege com brasão da escola e lacre em cera vermelho, caneca com o símbolo das Relíquias da Morte, bolo cor de rosa onde se lê 'Hapee birthday Harry' em verde, Mapa do Maroto e uma passagem para o embarque na plataforma rumo à escola, todos decorativos à exceção do bolo e da caneca.

Contei mês passado que eu e o Gil estávamos fazendo publis em nome do Potter Club BH para o Minas Shopping, sobre a decoração temática deles de Harry Potter desse fim de ano, e finalmente pudemos publicar tudo oficialmente! Eles nos enviaram um press kit liiiindo que tinha até um bolo que, por coincidência, é do nosso amigo querido O Doce Nick, que faz os doces nerds mais gostosos do mundo, e outros itens temáticos super bem feitos. Até a caixa era personalizada, gente, um amor! Achei um jeito bem bacana de introduzir o assunto e fiquei apaixonada pelo Mapa do Maroto, o 3º livro é meu favorito e nunca tive um, hahahaha. Eu quero fazer um post SÓ sobre a decoração aqui (oremos!), mas até lá dá pra ver um pouco no Instagram aqui, aqui, aqui e aqui (muitos posts pois são 3 perfis)!

Foto de Arwen, uma gata preta de porte grande, pelos curtos e olhos amarelos, sobre uma cama enrolada em um cachecol vermelho e dourado da casa Grifinória. Ela usa também uma coleira vermelha e ao fundo há uma coruja branca de pelúcia e algumas almofadas pretas, desfocadas.

E se tava achando que só eu ia ter sessões de fotos temáticas do tema, me enganei. A Samara Medeiros, fotógrafa especialista em cenários familiares e pets, veio aqui fotografar a Arwen nesse clima bem bruxinha e eu morri de amores. Quando a adotei muita gente me perguntou “Por que colocou nome de Senhor do Anéis/não colocou Hermione?”, foi muito engraçado, então em homenagem a essas pessoas ela teve seu momento bruxinha. Eu tava morrendo de medo de como o mau humor dela se manifestaria no dia porque nunca sei como a danada vai se comportar, mas gente… ARWEN NASCEU PRA SER MODELO! Virou barriga pra Samara, topou interagir com as coisas que colocamos pra ela e até foto de natal com gorrinho rolou, dá pra acreditar? A Guinevere, cachorra da minha irmã, acabou ganhando algumas também, menos porque é muito agitada, concluo que temos duas modelos desperdiçadas, viu…

Grupo de 10 pessoas, lado a lado posando para a foto, todas elas usando máscaras de proteção. São, ao todo, 4 homens, 4 mulheres, um menino e uma menina. Eles estão localizados na saída do cinema de um shopping.

Na segunda quinzena do mês o filme Harry Potter e a Pedra Filosofal foi reexibido em 3D no mundo inteiro em homenagem aos seus 20 anos de lançamento e ÓBVIO que o Potter Club tava metido nessa aqui em BH, né? A gente não se aguenta! Nossa parceria antiga com a Cineart nos permitiu lotar as duas salas do Minas Shopping, que escolhemos por causa da decoração obviamente, promovendo o evento que achamos que não rolaria por causa da pandemia. A princípio eu estava na dúvida se devia ir, ainda tô com medo do vírus e não quero dar dinheiro pra J.K., mas ganhei o ingresso e não resisti, tive que viver isso, tava MORRENDO DE SAUDADES do pessoal, de ver a emoção de todo mundo, do nosso fã clube de modo geral! Teve até blusa temática, gente, como dá pra ver nessa foto dos staffs que estavam presentes…

Foto de uma mulher branca usando um vestido de baile azul, com a saia em degradê indo do claro para o escuro, inspirado no vestido da personagem Hermione, com cabelos cor de rosa e pretos preso e em coque usando máscara azul sobre nariz e boca, que parece valsar com um homem branco de cabelos escuros usando capa vermelha inspirada na do personagem Victor Krum. Os dois estão em um cenário de natal baseado na série Harry Potter, de onde seus trajes foram tirados.

…. blusa essa que não consegui vestir por um motivo lindo! Meu vestido da Hermione, que tava aqui morrendo de saudades de sair por aí, reencontrou o cosplay de Victor Krum também do Baile de Inverno do João, um dos nossos staffs, para uma sessão de fotos nessa mini Hogsmeade que ganhamos nas festas desse ano. Foi lindo porque logo ali ao lado da praça de eventos do shopping tem uma escada que é símbolo de lá, então falei pra ele me esperar em baixo e fiz a “entradinha” da Hermione descendo em direção a ele. O pessoal do fã clube que viu lá da decoração falou que foi mágico assistir, hahahaha. Enfim, deu pra entender o quanto foi gostoso reviver esse momentinhos todo mundo junto, né? Senti tanta falta, tanta, tanta falta, quero mais!

Escultura de jaguar pintada de várias cores om forma geométricas variadas, sobre um pedestal na calçada de uma avenida de Belo Horizonte.

Agora voltando pro mundo real, tá rolando a Jaguar Parade em Belo Horizonte, com Arwens gigantes e coloridas em pedestais espalhados pela cidade, COISA MAIS LINDAAA!!! Eu adoro esses desfiles de esculturas e registrei todas as que vi acontecendo, inclusive a Elephant Parade que tinha meus animais favoritos como protagonistas. A dos jaguares não sei se vai rolar de ver vários porque já tá acabando e mal tô saindo, mas só de fotografar um e ver outros que estavam nos arredores nesse dia específico já fiquei feliz. Deixa a cidade mais alegre, as pessoas ficam querendo achar as outras esculturas, sei lá, acho legal, pode mandar mais!

Continue Reading

Harry Potter e a Visão Negativa do Feminino

Foto da personagem Dolores Umbridge, da série Harry Potter, em uma cena do quinto filme da saga em que está sentada mexendo o chá presente em uma xícara colocada à mesa na sua frente. A personagem olha para longe, em direção a alguém, e mantém um sorriso supostamente gentil no rosto. Tudo ao seu redor, como paredes e suas roupas, é na cor rosa e existem delicados pratinhos dedorativos de gatinho fixados atrás de si.

Antes de começar esse texto eu queria deixar muito claro que ele me dói. Sério mesmo. Sou fã de Harry Potter há 20 anos e algumas coisas que vou dizer aqui me incomodam desde então, mas não é fácil dize-las. Não por ser uma problematização daquelas 100% “classe média sofre”, até gosto de problematizar o banal, mas por ser mais uma exposição do quanto meu pensamento é muito divergente da pessoa que, até algum tempo atrás, era minha maior ídola. Claro, isso que será listado aqui não é NADA perto da transfobia escancarada (e digo até ORGULHOSA) de J.K. Rowling, mas mais uma questão de gênero nela que me seguro pra não falar sobre há tempos e decidi que não vou segurar mais… Não consigo deixar de achar uma visão meio bosta também, sabe? Como tantas outras, ainda piores, que doem ainda mais.

Lembro quando li “Harry Potter e a Pedra Filosofal” pela primeira vez, aos 10/11 anos, e adorei a Hermione de cara. Não era tão estudiosa quanto, mas sabe aquela amiga chatinha do grupo que interrompia a brincadeira pra lembrar que tinha um trabalho ainda a ser feito e repreendia quando todo mundo estava prestes a pisar um pezinho fora da linha? Essa amiga era eu! E aí li um livro com uma menina FODA com a qual me identificava, que apesar de ir se mostrando bem mente fechada (o que nunca achei legal) também era SUPER sensível e se deixava emocionar. Não é à toa que ela é minha personagem favorita até hoje, né? Lembro inclusive que naquele primeiro livro ela usa um robe rosa em uma cena específica e meus olhos até brilharam, porque é minha cor favorita e parecia mais uma coisa em comum…

Mas não era. À medida que os livros iam avançando minha cor favorita foi cada vez mais associada ao negativo na história que tanto amava. Alunos que correm pra não pegar tampões de ouvido naquele tom, um vestido de Baile de Inverno usado pela menina mais insuportável da escola até chegar, é claro, na professora com cara de sapa que tem tudo rosa, peludinho e fofo pra esconder ser o mais puro suco de tudo o que há de PODRE na sociedade. Umbridge é um estereótipo ambulante do conservadorismo preconceituoso e esdrúxulo do qual o mundo não consegue se livrar, mas também do que se espera visualmente de uma mulher na sociedade que ainda está presa aos padrões de gênero. E por mais que seja uma crítica pertinente (olha nossa ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos provando isso), começa a ficar chata quando vira constância.

Veja bem, eu vou ser a primeira pessoa a se levantar pra reivindicar contra estereótipos de gênero e a favor de uma pessoa não precisar aderir e se identificar com nenhum deles, mas estarei com a outra mão levantada também pra dar apoio em que GOSTA e QUER ser assim (desde que, claro e sempre, não exija isso do outro). Inclusive, já disse, minha cor favorita é rosa e já tive muita gente me olhando torto por isso, e pela coleção de bonecas e laços nos cabelos e tudo mais. E sendo bem sincera me parece que a J.K. Rowling seria super uma dessas pessoas, sim. Sempre que uma mulher aparece performando o que hoje vemos como feminilidade na série Harry Potter isso é um sinal de que ela é fraca, fútil, boba ou pior: má. E não é só a Umbridge, não.

Parvati Patil e Lilá Brown, tão cruéis com Hermione em diversos momentos, têm costume de destilar essa crueldade enquanto estão se arrumando, admirando sua beleza na colher. Fleur Delacour, única campeã menina do Torneio Tribruxo e tão linda que as pessoas param pra olhar, não conseguiu terminar duas de suas três tarefas e foi quem teve a pior performance na competição enquanto se preocupava com o próprio peso nessa época e em como a cunhada ficaria “horrível” em uma cor específica em seu casamento por ser ruiva depois. Tia Petúnia, que virou as costas pra irmã por não ser como ela, veste vestidos salmão nos jantares do marido e tem flores estampadas em diversos lugares de sua casa. Até Queenie, que poderia ser uma super personagem em “Animais Fantásticos” destaca-se pela sensualidade e delicadeza, mas se mostra rasa, inconsequente e manipulável mesmo sendo capaz de ler mentes.

É claro que a “masculinização” (entre aspas) exagerada dessas mulheres também é retratada como ruim, tendo a terrível tia Guida barba assim como o irmão e a pavorosa Rita Skeeter sendo uma combinação dos dois, com biotipo que soa masculino mas caracterização que é o ápice do feminino, sempre com cabelos cacheados, unhas pintadas e cores exuberantes. Nem vou entrar nessa agora porque passaria muita raiva citando a dissertação MONSTRUOSA que a J.K. publicou defendendo a própria transfobia usando pautas seríssimas ao faze-lo. Não é dia de me aprofundar em tal desserviço. É dia de pensar em como é maravilhoso ver pessoas marginalizadas sendo representadas como heroínas, claro, mas outras acabaram sendo jogadas do outro lado, e eu pessoalmente não consigo deixar de ver isso como reflexo do machismo, que associa tudo o que tem minimamente a ver com a mulher, mesmo que puramente socialmente, como inferior, sempre!

E a própria autora sofreu esse machismo, ela mesma já contou que a decepção dos pais por ter uma primeira filha fez com que fosse tratada como o “menino” da família, vestindo azul enquanto sua irmã usava rosa, e aí muita coisa já parece começar a ser explicada aqui nesse ponto. Também não vou ignorar as mulheres incríveis que temos nas histórias de Harry Potter e seu “universo expandido” assumindo fortes papéis de mãe, amiga, professora, ativista, presidenta, atleta, gênia, até mesmo a maior das vilãs… Mas chega de só conseguir enaltecê-las se tiver outras ao seu redor pra rebaixar, né? Chega de ver o que é associado a nós como negativo, quero que possa ser bem visto quando usado por pessoas de QUALQUER gênero, sexualidade, visual e, sim, caráter. Dá pra ser “feminina” (oh as aspas aí de novo), até sem ser menina, e ser incrível demais.

Pra cada Dolores Umbridge que nos faz virar os olhos temos muitas e muitas Elle Woods do outro lado, lutando pra tirar essas ideias retrógradas do foco e fazer disso aqui um planeta melhor!

Esse post faz parte do Especial 17 Anos de Sweet Luly, que serão completos em 26 de junho de 2021, onde estou escrevendo um texto para cada ano de vida do blog. Esse é o oitavo, referente a 2011, ano em que o último filme da série Harry Potter foi lançado e eu comecei a fazer parte do Potter Club BH.

Harry Potter e a Visão Negativa de Tudo Que é Feminino | Dia 08 do Sweet Luly Especial 17 anos: posts dedicados a cada ano de vida do blog ao longo de junho de 2021!

Continue Reading

A (nova!) linha Mattel de Harry Potter no Baile de Inverno

Mattel + Harry Potter: linha Baile de Inverno

Meses atrás a Mattel anunciou uma linha de bonecas em parceria com o Wizarding World, nome oficial da marca do universo de Harry Potter desde que ele expandiu para a nova história em Animais Fantásticos, em escala 1/6, ou seja, mais ou menos do tamanho de uma Barbie. Esses primeiros personagens eram, além do protagonista, os outros membros do trio e Gina Weasley com o uniforme de Hogwarts, os professores Dumbledore e McGonagall e de Harry e Draco em seus uniformes de Quadribol, todos inspirados no segundo filme, “A Câmara Secreta” Agora eles anunciaram um segundo set, ainda mais bonito, com as roupas do Baile de Inverno.

E se você acompanha esse blog sabe que esse lançamento “põe o dedo” em TODAS as “feridas” possíveis por aqui! Eu não só 01) sou fã de Harry Potter e 02) coleciono bonecas, mas também e principalmente sou apaixonada pelo Baile de Inverno e, principalmente, pela importância que ele tem pra Hermione, minha personagem favorita, desde que li “O Cálice de Fogo” (em 2002!). Ano passado nós do Potter Club BH tivemos um evento temático do Baile e para ele eu mandei fazer o vestido dela igualzinho ao do filme, mas azul como no livro, que eram dois sonhos meus há bastante tempo. Meu lado consumidor está bem em baixa nos últimos tempos, tenho achado várias coisas lindas, mas desejado poucas delas, só que nesse caso… Poxa, o coração bateu a mil quilômetros por hora, sim!

Mattel + Harry Potter: linha Baile de Inverno
Harry Potter
Mattel + Harry Potter: linha Baile de Inverno
Rony Weasley

Na “ala dos meninos” temos os dois protagonistas, é claro, que não podiam faltar. O Harry é quem tem a roupa mais “sem graça” do set, apenas a capa preta sobre o resto preto e branco, com os óculos redondinhos, cabelo um pouco mais comprido e olhos azuis, ao invés de verdes, condizendo com o filme, mesmo. O Rony é visualmente BEM mais legal por ter traje de gala super espalhafatoso e arcaico, um dos ápices do humor dessa história específica. No que diz respeito às feições é o mais fiel dos quatro, um verdadeiro “mini Rupert Grint” pra ter na estante!

Mattel + Harry Potter: linha Baile de Inverno
Hermione Granger
Mattel + Harry Potter: linha Baile de Inverno
Cho Chang

Nas meninas, é claro, não podia faltar a “Cinderela” do Baile de Inverno, a Hermione. O vestido dela é rosa, claro, como no filme, e ficou MUITO bem feito! E olha que quem está falando aqui é uma pessoa que passou DIAS estudando esse vestido nas suas mais diversas versões. Os detalhes da saia ficaram bem simplificados, porque é a parte mais complicada, mas o corpete é igual, o penteado funcionou super bem e ela tem até os brincos da personagem. Para fechar a última boneca é Cho, “crush” do Harry nesse momento da saga e que tem um dos vestidos mais lindos do baile, com corte e estampas orientais, que estão presentes nessa representação também.

Todos os quatro vêm com um mini convite do Baile de Inverno, em forma de castelo, também fiel ao do filme, porém de plástico para ficar mais… “Mágico”. Gente, sério, essa Hermione vai ter que vir aqui pra casa, estou muito apaixonada! Agora, sobre os VALORES é bem difícil saber quanto vão custar no Brasil… Os já lançados têm preço sugerido no site oficial da Mattel de U$20,97, mas por aqui você acha a partir de R$250 na mãos de vendedores “informais” e nas lojas passa dos 300… Imagino que para os novos a realidade vai ser a mesma, mas por se tratar de bonecos colecionáveis (a própria marca sugere são destinados a maiores de 16 anos) já é esperado. algo tão alto assim, mesmo. Sem contar que, cá entre nós: que são LINDOS, são!

O Sol Também é Uma Estrela - 16 de maio nos cinemas

Continue Reading

Linha de Harry Potter da Papel Picado

Linha de Harry Potter da papel Picado

Cadê as loucas de papelaria prontas pra mais um surto? Porque quando junta fofices nessa categoria com algo que a gente gosta, cá entre nós, é difícil resistir, né? E a Papel Picado enfiou o dedo beeem lá no fundo de uma das maiores feridas de todo bom e velho fã lançando uma linha de produto de Harry Potter! E se você tá achando aí que vai pirar, meu bem, acertou!

Quem não é de Belo Horizonte talvez nem conheça a loja, mas por aqui ela é presença marcante nos nossos corações. Lembro quando eu era pré adolescente e a conheci, foi onde nasceu em mim a vontade de, um dia, vender meus próprios itens de papelaria (o que hoje é realidade, com os cadernos artesanais lá do Expresso Rosa). Naquela época não era tão fácil achar materiais escolares fofinhos como é hoje, que vemos até em livrarias, então se você queria algo diferente era lá que tinha que ir. Inclusive foi onde minhas amigas de colégio compraram a elefante cor-de-rosa que fica em cima da minha cama até hoje e eu e meu pai compramos tinta pras nossas canetas tinteiro… Um misto de desejo consumista com muita lembrança carinhosa, é realmente marcante pra mim, e sei que pra muita gente também.

E nessa novidades de Harry Potter a fofura foi mantida, é claro! Eles têm Harry e Hermione em versão chibi, junto com ícones marcantes redesenhados bonitinhos: pomo de ouro, a coruja Edwiges, Chapéu Seletor e até as cartas de Hogwarts. Além de papelaria propriamente dita, com planners de mesa e marcadores de página, saíram produtos de uso pessoal, com opções de necessaires e chaveiro. A única coisa que não gostei foi a ausência do Rony, como se ele fosse um mero coadjuvante perto dos outros dois protagonistas, o que não é verdade, e cabia perfeitamente nos produtos em que eles parecem juntos… Fica aí a dica pra quem vai abordar a temática daqui pra frente: não negligenciem o Rony, ele é o coração do trio de ouro, gente!

Linha de Harry Potter da papel Picado
Imagens retiradas do site da marca, acesso em 06/05/19.

1. Necessaire “Quadribol” Tamanho M: R$49,00 | 2. Necessaire “Harry Potter” Tamanho P: R$44,50 | 3. Clips Magnéticos “Hermione”: R$ 19,90 | 4. Planner Semanal em Bloco: R$ 43,40 | 5. Chaveiro “Hermione”: R$ 44,50

Além listados a linha conta também com uma necessaire tamanho grande com a mesma estampa da pequena (R$55,90) e planner de mesa diário em bloco (R$23,80). Não dá pra saber se eles terão novos lançamentos ou o quão limitados são esses que já saíram, mas é bom aproveitar que ainda tem em boa quantidade. Alguns preços achei um pouco salgados (tipo o chaveiro), mas outros estão bem legais levando em consideração a qualidade do produto e as ilustrações originais. Em BH eles podem ser encontrados nas lojas físicas, mas quem tá longe pode adquirir os produtos na loja virtual, que entrega em todo Brasil!

Continue Reading
1 2 3 18